Morre a cantora francesa Françoise Hardy, aos 80 anos

Morte de Hardy foi confirmada por seu filho através das redes sociais

Copia de Post Noticias Padrao 81 1
(Foto: Reprodução/ X)

A cantora e compositora Françoise Hardy morreu no início da noite de hoje (11), em Paris, de um câncer de laringe aos 80 anos. Seu filho, o cantor Thomas Dutronc, anunciou a morte de Hardy através de um post em seu Instagram com a legenda “mamãe partiu”.

A cantora nasceu em 1944, durante a invasão alemã na França e foi criada apenas por sua mãe depois que seu pais se separaram, sendo seu pai uma figura distante. Ele deu o primeiro violão à Françoise quando ela fez 16 anos.

Na música, foi uma figura central do rock’n’roll francês em seus estilos mais ousados para a época, principalmente no estilo “iê-iê-iê”. Por uma aproximação pessoal com músicas mais lentas, Hardy já foi chamada de “rainha da melancolia”, inclusive foi uma balada sentimental que fez com que ela chegasse ao sucesso, a faixa “Tout le garçon et les fille”, faixa de um de seus primeiros EPs, lançado em 1962.

Em 1964 ela alcançou o reconhecimento internacional e se consolidou artisticamente, lançando trabalhos de forma contínua até 2021, quando se aposentou por conta de problemas de saúde. A cantora foi diagnosticada com um linfoma ainda em 2004 e fez o tratamento de radioterapia. 11 anos depois, em 2015, durante uma piora de seu quadro, Hardy foi colocada em coma induzido e quase morreu.