Foto: Reprodução/TNT.

Foto: Reprodução/TNT.

O cineasta brasileiro Eduardo Coutinho foi um dos homenageados no Oscar deste ano. Ele foi lembrado no clipe dos atores, diretores e demais profissionais do cinema que morreram nos últimos 12 meses. Além dele estavam na lista Paul Walker, Philip Seymour Hoffman e Shirley Temple.

Leia Mais
12 Anos de Escravidão é o melhor filme do Oscar. Veja a lista

Eduardo Coutinho, por ele mesmo

Na sua imagem, ele foi creditado como autor de 20 Years Later, que é como ficou conhecido o clássico Cabra Marcado Para Morrer (1984). Coutinho foi morto em 2 de fevereiro pelo próprio filho, a facadas. No ano passado, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas o convidou para fazer parte como membro.

Coutinho fez diversos documentários de sucessos nos últimos anos, como Edifício Master (2002), Jogo de Cena (2007) e As Canções (2011).

E nesse clipe “in memoriam” tão tradicional no Oscar, o diretor Alain Resnais foi esquecido. Alain morreu no sábado (1º) aos 91 anos de idade. Um dos nomes mais conhecidos da Nouvelle Vague, ele ficou famoso por filmes como Hiroshima, Meu Amor (1959) e O Ano Passado em Mariebad (1961).

Sem mais artigos