Eu sei que eu não devia…

Contar! Mas eu vou! (Nunca fui moça obediente mesmo…)

Entre algumas experiências inesquecíveis na minha vida tenho algumas pérolas das quais me orgulho. Umas foram dias felizes e intensos. Outros, micos memoráveis. Aliás, costumo dizer que sou a rainha das gafes (daí a alcunha Maracatu Roubada de Ouro). Quer ver?

Da Série: Quantas pessoas você conhece que….

1. …Ganham, de presente surpresa de aniversário, um fogão?

Pois bem. Neste meu aniversário de 2008, eu ganhei não apenas UM fogão, mas DOIS fogões de aniversário. Um do meu pai e outro dos meus amigos.

Coincidência das coincidências, os dois eram brancos. Um Esmaltec 6 bocas. Outro Brastemp 4 bocas. Pra quem cozinhava em praticamente uma boca só (era só o que funcionava do meu fogão anterior), fiquei passada por ter 10 bocas pra escolher.

2. … usufruem de um mini Quanta Ladeira de presente plus de aniversário?

Eu tive. Neste mesmo aniversário em que ganhei dois fogões, havia uma banda de chorinho e Lula Queiroga no mesmo ambiente. Não podia dar outra, né?

3. … brincam o carnaval com o próprio ginecologista?

Essa é ruim de explicar, heim? Mas é a mais pura verdade. O melhor de tudo foi o primeiro carnaval que brincamos juntos. Boa aquariana que sou, ganhei uma festinha surpresa de aniversário na qual ele estava presente e que me prepararam um bolo de chocolate cuja vela tinha 18 cm e era vermelha….nem te digo qual o formato, tá?

4… almoçaram com o então ministro da Justiça Renan Calheiros?

Horror, horror, quase tão difícil de explicar quanto o brincar carnaval com o ginecologista. Aviso logo que foi a trabalho. E lá pelos idos de 1997.

5… Saíram pra tomar uma cervejinha básica em Caruaru e terminaram saltando de pára-quedas?

Pois é. Coisas da vida. Ganhei de presente de dia das crianças aos meus 26 aninhos. De sopetão.

6… dividiram apartamento com dois policiais?

Vá lá. Da Polícia Rodoviária Federal. Gaúchos. Intraduzível, né?

7…foram ser cumprimentadas à mesa por João do Morro?

Eu fui. Não devia contar, mas dia desses fui ver um show dele no 100% Brasil. Um amigo foi avisá-lo que eu estava na mesa. Ele sabia que eu tinha dado a dica do som dele pra Folha de Pernambuco. Não só foi me conhecer como mencionou meu nome em pleno show. Como diria um amigo aqui do grito “A-H-A-Z-Ô”!

Mais mil outros maracatus roubada de ouro pra contar: meu único irmão mora em Xangai; eu falo com cachorros sem dono no meio da rua; já beijei boca de homem comprometido e depois me comprometi com ele; enfim….deixemos pra outras colunas, outros dias, outras risadas.


.

[+] A Rainha do Maracatu Roubada de Ouro é o pseudônimo de uma jornalista pernambucana. Toda semana, escreve nesta coluna, crônicas de desabores, desencantos e memórias.
rainhal@revistaogrito.com.

.
Leia as colunas anteriores
[+] João do Morro
[+] Sobre a Vieira Souto de Santo Amaro
[+] Da Infância em geral
[+] Eu não sou uma V.I.P.
[+] Sobre esporros e afins…
[+] Futebol é terapia do povo

Sem mais artigos