Joao Montanaro

DE MENOR
Com apenas 12 anos, João Montanaro critica política e sociedade em tiras
Por Lidianne Andrade

Com uma folha de papel e lápis na mão, João Montanaro viaja. Se vem uma ideia na cabeça, abre seu caderno de rascunho e esboça a futura tirinha ou charge no fim da tarde, quando cobre com tinta aquarela e digitaliza no scanner. Uma arte trabalhosa, diga-se de passagem. “Não gosto de Photoshop, prefiro desenhar, mesmo tendo mais trabalho. O Carranza [amigo e também desenhista] me ensinou a mexer com aquarela e gostei”, conta o jovem promissor.

Com 12 anos, pouco poderia se esperar nas tirinhas quase diárias publicadas no blog do João. Afinal, ele nasceu em 1996 e, e como fato histórico mais marcante o qual ele pode ter recordações vivas são o ataque das torres gêmeas em 11 de Setembro de 2001. Mas, contrariando sua época cultural, João vem ganhando notoriedade no meio do desenho autoral nacional pela sua peculiaridade em retratar temas: fala da Ditadura Militar, a televisão brasileira e até a política nacional. O destaque fica com uma tirinha em que diz ter visto um filme de terror, referindo-se ao programa Domingão do Faustão. Temas um tanto quanto complexos para os quase treze anos, aniversário este mês, e cursando a oitava série.

Continue lendo

CONFIRA ABAIXO AS TIRAS ANTERIORES