Tim durante as gravações de Frankenweenie. (Divulgação).

Tim durante as gravações de Frankenweenie. (Divulgação).

O animador inglês é o homenageado do 2014, festival que acontece no Recife entre os dias 25 a 29 de novembro. Ele estará na cidade onde também irá ministrar oficina em stop motion e master class, além de trazer para o Cinema São Luiz uma mostra especial com alguns dos filmes nos quais trabalhou.

Tim Allen é conhecido pelo seu trabalho em filmes como (Corpse Bride, 2005) e Frankenweenie (2012), ambos do diretor . O animador tem ainda filmes como Peter e o Lobo (Peter & the Wolf), de Suzie Templeton, vencedor do Oscar como melhor animação de 2008, O Piano Mágico (The Magic Piano, 2011), de Martin Clapp, e O fantástico Sr. Raposo (Fantastic Mr. Fox, 2009), de Wes Anderson.

Tim Allen, que hoje é referência da linguagem, ingressou no mundo da animação quase “por acaso”. Visitava a Universidade de Glamorgan, no País de Gales, mais interessado em um curso de modelagem, quando uma funcionária perguntou se havia alguém para assistir a uma aula aberta de animação. Ele não apenas passou o dia em sala de aula, como, depois daquele primeiro contato, partiu para a graduação.

Tim no cenário de A Noiva Cadáver. (Divulgação).

Tim no cenário de A Noiva Cadáver. (Divulgação).

“As pessoas esquecem que stop motion é, na verdade, uma série de fotografias. Para que o movimento tenha fluência, você precisa de 25 frames por segundo. Quer dizer, 25 fotografias que precisam ser mostradas em um segundo no qual você imagina minimamente a quantidade de movimentos entre cada frame”, explica, por e-mail.

O Festival Internacional Brasil Stop Motion é o único da América do Sul dedicado, exclusivamente, a essa tradicional técnica de animação. As exibições serão no Cinema São Luiz e na Fundação Joaquim Nabuco. A master class (com tradução simultânea) e as oficinas serão ministradas na Universidade Católica de Pernambuco – Unicap. As inscrições serão abertas em breve. Tudo gratuito.

Sem mais artigos