Aquarius foi um dos destaques. (Divulgação).

foi um dos destaques. (Divulgação).

Aquarius e foram destaques no , dedicado ao cinema ibero-americano. A entrega dos prêmios foi nesta quarta (7), na Cidade do México, no México.

Aquarius, de Kleber Mendonça Filho, venceu os prêmios de melhor diretor e melhor atriz para . Boi Neon saiu como melhor roteiro para Gabriel Mascaro (diretor do filme) e melhor fotografia.

Neruda, que conta a história do poeta chileno Pablo Neruda, saiu como melhor filme, figurino, montagem e diretor de arte. Dirigido por Pablo Larraín e estrelado por Gael García Bernal, o filme conta a obra e a vida de Neruda, que sofreu perseguição política.

O Clã, que fez bastante sucesso no Brasil, saiu como melhor mixagem de som e melhor ator para Guilhermo Francella. O filme conta a história de uma família argentina formada por criminosos conhecida por sequestrar e matar pessoas na década de 1980.

É bem importante um prêmio como o Fénix, uma vez que os eventos do tipo do eixo Europa-EUA costuma dedicar apenas um espaço segmentado para as produções latinas (“filme estrangeiro”, “world music” etc). Veja a postagem de sobre a premiação.

Sem mais artigos