lançou nesta quinta (27) seu novo disco solo, ANIMA, que foi descrito pelo próprio como um trabalho distópico. O lançamento contou também com um filme dirigido por Paul Thomas Anderson, que estreou no Netflix.

Gravado em Praga e Baux-de-Provence, o curta-metragem acompanha Thom Yorke por vários lugares em um trem subterrâneo. Quando ele percebe que não tem como sair na estação, o filme adentra uma viagem surreal e futurista cheia de cenas inusitadas, com direito a dancinhas.

O curta conta com três faixas do novo álbum: “Not the News,” “Traffic,” e “Dawn Chorus.”

O longa teve coreografia assinada por Damien Gilet, o mesmo que fez as danças de Suspiria, longa de Luca Guadagnino. Entre os atores convidados estão a atriz Dajana Roncione (atual namorada de Yorke) e a companhia de dança GöteborgsOperans.

Segundo Yorke afirmou em entrevista, este seu novo disco é inspirado por suas aflições em relação ao que está acontecendo no mundo. Ao lado de sua banda, o Radiohead, o músico é um dos principais ativistas do meio ambiente no mundo da música.

Ouça o novo disco:

Sem mais artigos