Foto: Divulgação/Mostra de Cinema de SP.

Foto: Divulgação/Mostra de Cinema de SP.

Investigação de Eduardo Coutinho sobre o Brasil visto pela TV, o documentário Um Dia Na Vida, caiu na rede, mas logo foi retirado. Com o subtítulo de “O Proibidão de Coutinho”, o filme foi postado no YouTube, mas nesta manhã de terça (4) já se encontra offline. O cineasta, assassinado brutalmente no último domingo (2) nunca conseguiu lançar esse trabalho por causa de problemas com direitos autorais.

O filme foi o penúltimo trabalho do diretor e consiste em 24 horas de gravação de diversos programas da TV aberta.

Foto: Reprodução.

Foto: Reprodução.

Coutinho tentou fazer um recorte da sociedade brasileira através do maior veículo de comunicação de massa do País. Ele faz um passeio por coisas nonsense como aberrações em programas de auditório, Chaves, métodos para colocar silicone na bunda, brigas em Marcia Goldsmith, ricos bajulados em Amauri Jr., entre outros exemplos clássicos da TV brasileira.

Por causa dos direitos autorais de diversas emissoras – além do prejuízo à imagem da maior parte das redes de TV do Brasil – o cineasta nunca pôde lançar o filme. Um Dia Na Vida foi exibido apenas em festivais ou em sessões com a presença do diretor. Se alguém teve chance de fazer o download enquanto o filme estava no YouTube, é provável que ele retorne à internet em breve, talvez em forma de torrent dessa vez.

Atualização 2 (09h38).

O filme foi mais uma vez postado no Youtube.

https://www.youtube.com/watch?v=NcrXIHw0X2E

Atualização 1 (23h, 04/02)

Como indicam nos comentários, o longa foi postado como torrent.

Leia Mais
Eduardo Coutinho e o cinema de palavra
Diretor é morto em sua casa no Rio

Sem mais artigos