Lívia Mattos é um dos destaques do projeto Ouvindo e Fazendo Música, que aconteceu no Museu do Estado, no Recife, aos sábados às 17h. A acordeonista e cantora baiana lançou seu disco autoral, Vinha da Ida, que foi contemplado pelo Natura Musical e que traz canções compostas a partir da sanfona. Seu show abre a programação de janeiro/fevereiro do projeto, no dia 13.

Dia 20, o grupo Harmorujas reúne instrumentistas com diferentes linguagens musicais com repertorio dechoro, jazz, funk e bossa nova. Dia 27, o Duo Claudio Rabeca e Gilu Amaral reinterpreta o frevo.

Já o mês de fevereiro inicia com o show de Gaspar Andrade, dia 03, artista da zona da mata alagoana, que toca seu realejo ao lado de Claudio Negão no baixo e Guga Amorim na percussão. Dia 24, Sid3 estreia repertório instrumental experimental, alinhado com suas origens da zona da mata norte, mas que passeia por sonoridades que referenciam o ska, reggae, rock e a música erudita.

Os ingressos custam R$ 6 e R$ 3 (meia).

Sem mais artigos