A editora Leya lança em maio o novo livro de João Paulo Cuenca, A Última Madrugada. A obra reúne crônicas publicadas em jornais entre 2003 e 2010, período em que o autor escreveu semanalmente para a Tribuna da Imprensa (2003-2004), Jornal do Brasil (2004-2005) e O Globo (2006-2010).

Cuenca já publicou três romances (Corpo Presente, O Dia Mastroianni e O Único Final Feliz Para Uma História de Amor é Um Acidente), escreveu peças de teatro e o seriado da TV Globo Afinal, O Que Querem As Mulheres?, que foi ao ar em 2010. Neste novo livro, a cidade figura como principal personagem de Cuenca.

Tudo pode se transformar em uma crônica de Cuenca, como revela a apresentação da obra divulgada pela editora: “O leitor será transportado para um amanhecer em Copacabana, um bar em Paris que é surpreendido pela entrada do demônio, a praça do Rio que vê a dança de um casal de mendigos, o Baixo Gávea e sua multidão de solitários, o apartamento de um João Gilberto de ficção”.

O livro tem 240 páginas e custa R$ 39,90. O lançamento em São Paulo será no dia 8 de maio, no Sesc Vila Mariana, às 20h. No Rio de Janeiro acontece na Livraria Travessa, no dia 18.

Sem mais artigos