Em seu primeiro livro infantil, Emicida conta uma história cheia de simplicidade e poesia, que mostra a importância de nos reconhecermos nos pequenos detalhes do mundo. O livro fala de aceitação e se baseia em uma música homônima do rapper.

Na música “Amoras”, Emicida canta: “Que a doçura das frutinhas sabor acalanto/ Fez a criança sozinha alcançar a conclusão/ Papai que bom, porque eu sou pretinha também”.

E é a partir desse rap que um dos artistas brasileiros mais influentes da atualidade cria seu primeiro livro infantil e mostra, através de seu texto e das ilustrações de Aldo Fabrini, a importância de nos reconhecermos no mundo e nos orgulharmos de quem somos – desde criança e para sempre.

O lançamento de Amoras acontece no dia 12 de setembro, a partir das 19h30, na Feira Literária da Zona Sul – FELIZS- no Sesc Campo Limpo, em São Paulo com o bate-papo “Produção Literária para Crianças e Identidade Afro-brasileira”, com Emicida e Kiusam de Oliveira. A mediação é de Rodrigo Casarin e intervenção artística de Jenyffer Nascimento.

Sem mais artigos