O rapper Djonga segue com os dois pés na porta contra o racismo, dando diretas contra as injustiças. É esse o mote de “A Música da Mãe”, clipe do mais novo single do músico mineiro.

No clipe Djonga debate sobre os julgamentos que as pessoas negras sofrem em relação ao sucesso. Várias coisas bizarras acontecem no clipe enquanto o rapper é assediado por diversos fãs, como um homem negro sendo barrado por seguranças e uma mulher sendo agredida em uma briga.

A crítica do rapper para o estado das coisas no Brasil atual segue sendo bastante dura e crua, como foram as rimas de seus dois discos anteriores, Heresia (que entrou na lista de melhores do ano aqui no site) e O Menino Que Queria Ser Deus, deste ano.

Djonga segue sendo o rapper mais contundente de sua geração e seus disparos são cada vez mais necessários no Brasil racista de hoje.

Sem mais artigos