Scott Card está tendo o seu "momento Joelma" (Divulgação)

Scott Card está tendo o seu “momento Joelma” (Divulgação)

O escritor norte-americano Orson Scott Card tenta evitar um boicote ao filme Ender’s Game – O Jogo do Exterminador, adaptação de seu romance de 1985 sobre um sociedade do futuro. O longa estreia dia 1º de novembro.

O grupo ativista Geeks Out lançou uma campanha por um boicote ao filme. O motivo é a postura homofóbica do escritor, que faz parte da Organização Nacional Pelo Casamento e foi militante da Proposição 8, que baniu o casamento gay na Califórnia. Com a decisão da Corte Suprema dos EUA, a lei foi considerada inconstitucional.

Card também assinou um artigo anti-gay na Mormom Times, citado pelo AdoroCinema, onde chamou o casamento gay de “final da democracia na América” e disse que a homossexualidade era resultado de uma “trágica mistura genética”. A postura homofóbica só fez mal ao escritor, uma espécie de “efeito Joelma”. No início deste ano, uma HQ digital de Superman assinada por Card foi suspensa por tempo indeterminado depois de protestos contra o autor por parte dos fãs.

Para evitar um flop da adaptação de seu filme, ele divulgou um comunicado ao site da Entertainment Weekly para aplacar o boicote.

“O Jogo do Exterminador acontece mais de um século no futuro, e não tem nada a ver com questões políticas que não existiam quando o livro foi escrito em 1984. Com a recente decisão da Suprema Corte, a questão do casamento gay torna-se discutível”, diz Card. “Com a decisão, mais cedo ou mais tarde todo e qualquer estado reconhecerá contratos de casamento”. Depois, provoca. “Será interessante ver se os proponentes vitoriosos do casamento gay vão mostrar tolerância com quem não concordava com eles quando o assunto ainda estava em disputa.”

Resumindo, Card pede uma trégua para que possa promover seu filme e evitar que suas declarações passadas atrapalhem a bilheteria. Seu discurso se tornou menos hostil depois que a Suprema Corte deliberou a favor da comunidade gay, no entanto, pelo tom é possível ver que suas opiniões seguem firmes. Assim como acontece nos quadrinhos, o escritor deverá ficar afastado da promoção do longa, já que sua aparição apenas inflamaria os ânimos de ativistas nerds.

Sem mais artigos