INDIE DE RAIZ
Depois de uma longa pausa, Cigarettes aproveita revival dos 90 em disco homônimo

Sete anos longe da cena independente, o Cigarettes retorna em 2012 com um disco de inéditas, o primeiro desde All I Weel, de 2005. Encabeçado pelo carioca Marcelo Colares, o grupo tem a seu favor o fato de ser um dos nomes mais importantes do rock alternativo brasileiro nos anos 1990. Sintonizando referências de bandas de sua geração, como My Bloody Valentine e Pelvs, Colares é testemunha viva dos primórdios do indie.

Muito mudou desde seu período de retiro, mas Colares retorna com um momento propício ao seu estilo. Depois de ser escanteada por propostas mais ousadas no rock, as guitarras melancólicas dos anos 1990 estão em alta por causa de bandas como o The Pains Of Being Pure At Heart e Yuck. Com isso, é bem possível que um público totalmente novo possa ser amealhado neste trabalho homônimo.

Com a delicadeza pelo qual é conhecido, Colares entregou um disco com tristezas bem ao gosto do freguês como “Older”, e guitarras altíssimas, como “Love Concept Alpha”, que ganhou um bonito clipe dirigido por Ricardo Spencer. Foi ousado da parte do músico seguir apostando no mesmo som que fazia desde sua pausa. Ainda que algumas músicas apresentem certo saudosismo cansado dos anos 90, ele consegue mostrar, no geral, que sua energia criativa continua em alta. [Fernando de Albuquerque]

O disco pode ser baixado gratuitamente pelo site da banda. Ou ouvido, na íntegra, abaixo.

THE CIGARETTES
The Cigarettes
[Midsummer Madness, 2012]

Nota: 7,0

Sem mais artigos