Em disco mais eletrônico, americanos do Liars saem da zona de conforto

Depois de se destacar na cena dance-punk de Nova York, o Liars foi caminhando para se tornar um grupo bem diferente de seus primeiros anos. E para melhor. Eles se especializaram como um grupo pesquisador de esquisitices e sons mais experimentais. O sexto álbum de estúdio, WIXIW (lê-se “wish you”), mostra que eles aprimoraram essa proposta radical e entregaram um dos seus álbuns mais acessíves em anos.

Leia Mais: Liars
Crítica: Disco homônimo de 2007 apostava no post-rock

Cheio de texturas, apresenta um caminho interessante para o Liars em busca de uma audiência mais pop, ainda que aberta a possibilidades ousadas. Por conseguir unir certo radicalismo estético com alcance maior de público, WIXIW está sendo comparado ao Kid A, do Radiohead. Gravado na área industrial de Los Angeles e com uma soturna capa negra, esse álbum, é estranhamente o mais colorido do Liars. E também o mais eletrônico e dançante, até. É o que comprova o primeiro single, a envolvente “No 1 Against The Rush”.

Não se sabe como os fãs irão enxergar esse trabalho dentro da discografia da banda, mas mostra que o Liars tem criatividade mesmo quando saem da zona de conforto. [Paulo Floro]

LIARS
WIXIW
[Mute, 2012]

Nota: 8,3

Sem mais artigos