Foto: Reprodução/Vimeo

Foto: Reprodução/Vimeo

A Expoidea, evento de arte e tecnologia que acontece em novembro no Recife, aproveita o momento oportuno em que as pessoas saíram às ruas para falar sobre o momento atual do jornalismo no Brasil e a relevância do Mídia Ninja. Nome forte em cultura digital no país e um dos fundadores do festival Glastonbury na Inglaterra, Cláudio Prado é um dos nomes confirmados.

Prado é um dos principais nomes por trás da Pós-TV/Mídia Ninja, maior expoente das novas mídias que emergiram dos protestos. Ele fala no dia 22 de outubro, sobre como os protestos explicitaram essa crise na mídia tradicional. Prado viveu no exílio em 1970, na Inglaterra, onde conheceu Caetano Veloso e Gilberto Gil. Anos depois, à frente do Ministério da Cultura, Gil o convidaria para assumir a coordenação de Cultura Digital da Secretaria de Programas e Projetos do MinC.

ninja

O Mídia Ninja chamou atenção de internautas e da imprensa brasileira ao inovar no método de transmissão e trazer uma abordagem ignorada pelos grandes veículos. Um dos ninjas, Filipe Peçanha, 24, transmitiu ao vivo os protestos na Av. Paulista em São Paulo, na madrugada do dia 18 para 19 de junho. Contou apenas com um celular e conexão 3G e teve cerca de 100 mil acessos. Na segunda (22) foi preso ao filmar protestos no Largo do Machado. Mesmo dentro da viatura seguiu filmando. Nascido dentro da rede de grupos Fora do Eixo, a Mídia Ninja ganhou projeção nacional e até destaque em jornais como The Guardian e New York Times.

A Expoidea 2013 acontece entre 18 e 23 de outubro, no Bairro do Recife, sob o tema “Em tudo que habito”. O pensador francês Gilles Lipovetsky também está confirmado.

Prisão de Felipe Peçanha, um dos ninjas, este mês (Divulgação)

Prisão de Felipe Peçanha, um dos ninjas, este mês (Divulgação)

Sem mais artigos