blocos2

Seguir blocos e se divertir no meio da rua é a quintessência do Carnaval de Recife e Olinda – o oposto das iniciativas anti-carnavalescas de camarotes que aumentam a cada ano. Mas as opções são tantas que, das duas, uma: ou o folião se deixa levar por qualquer turba que passar ou faz uma programação das troças favoritas. E cada bloco tem sua personalidade própria e público distinto. Todos, igualmente divertidos.

A Revista O Grito! fez um guia com os melhores blocos de Recife e Olinda. É escolher e se jogar.

Sábado, 6 de fevereiro

BLOCO DO BUMBA MEU BOWIE
No ano da morte de Bowie este será um dos blocos de maior comoção das ladeiras! Todo mundo com raio no rosto e collant de Ziggy Stardust. A concentração será em frente ao MAC (Museu de Arte Contemporânea), de manhã.

DECUPA MEU AMOR
O bloco dos criativos e da galera do audiovisual desfila pela primeira vez este ano e sai do Mercado da Ribeira, em Olinda.

HOJE A MANGUEIRA ENTRA
O nome com duplo sentido já entrega o mote de tiração de onda desse bloco, que apesar da despretensão, tem se transformado em um dos maiores do Carnaval a cada ano que passa. Sai da rua Joaquim Cavalcanti, no Varadouro.

EU ACHO É POUCO
Um dos blocos mais tradicionais do Recife, o Eu Acho É Pouco nasceu em 1977, em plena ditadura militar. Este ano destacou-se pelo posicionamento político, algo raro entre as agremiações atuais, marcando presença em atos como o OcupeEstelita e manifestações contra o golpe. A animação se concentra às 17h no Pátio dos Milagres, no Sítio Histórico de Olinda.

UM AXÉ É POUCO – RABO DE LAGARTIXA PEGANDO FOGO
O bloco que presta homenagem à bebida mais demoníaca curiosa do Carnaval acontece ao lado da faculdade Focca, na Rua do Bonfim, em Olinda.

TÁ BOM A GENTE FREVA
O tradicional bloco dos abusados do carnaval (mas de brincadeirinha) sai do Mosteiro de São Bento em Olinda e completa 8 anos em 2016.

HOMEM DA MEIA NOITE
Um dos blocos mais tradicionais de Olinda, com certeza. Um boneco gigante de verde e amarelo sai à meia-noite da Estrada do Bonsucesso, no bairro de mesmo nome. Para quem quer curtir o fascínio do Carnaval em sua faceta mais tradicional, não pode perder.

MUCHA LUCHA
Ao melhor estilo de luta livre do tipo ‘telecatch’, o bloco monta um ringue para os combates falsiês dos foliões. Será no Alto da Sé, às 8h.

Foto: EBC.

Foto: EBC.

Domingo, 7 de fevereiro

ENQUANTO ISSO NA SALA DA JUSTIÇA
O famoso encontro de super-heróis acontece na Praça do Alto da Sé. Agora acorde cedo para a reunião dos fantasiados: a concentração acontece por volta das 9h.

BLOCO ELEFANTE DE OLINDA
Curtir as ladeiras de Olinda nas suas raízes é ir atrás do Elefante, que sai da rua Guadalupe, em Guadalupe.

DESFILE DOS BLOCOS DOS SUJOS
Leve sua tinta e sua fantasia porque a graça aqui é se melecar. O bloco sai da Rua 10 de Novembro, ao meio-dia, em Olinda.

BLOCO DOS TRANSANTES
7 de setembro, 427
A concentração começará às 14h30, para amanteigar as almas transantes e pontualmente, às 16h sairá o desfile anárquico mais transante do planeta. Os transantes querem um mundo igualitário, libertário, amanteigado e cheio de amor.

nada

Segunda, 8 de fevereiro

AMANTES DE GLÓRIA
O bloco foi um dos primeiros a desfilar pelas ruas do Recife Antigo, já em 1997. Criado por amigos jornalistas inspirados na personagem Glória de Victoria Abril em Ninguém Falará de Nós Enquanto Estivermos Mortos, o bloco faz seus bordejos por todo o Bairro do Recife, tendo como ápice a Rua da Guia.

BLOCO DO NADA
Em seu 14º ano, o Bloco do Nada faz a sua concentração performática psicodélica no Pátio de Santa Cruz e depois segue seu desfile pelas ruas do bairro da Boa Vista.

BOI DA MACUCA
Bar de Ró, rua orlando da silva, 47

Foto: Aurélio Velho.

Foto: Aurélio Velho.

Terça, 9 de fevereiro

EU ACHO É POUCO
Na terça de Carnaval o Eu Acho É Pouco leva seu dragão vermelho e amarelo para desfilar pelas ruas do Recife Antigo.

BLOCO DA SAUDADE
Um dos mais tradicionais blocos de Pernambuco, o Bloco da Saudade, fundado em 1974, sai na terça no Recife Antigo. A concentração será na Praça Maciel Pinheiro, por volta das 16h.

A CASA CAIU
O MAC, com sua escadaria logo em frente, tem fama de abrigar os blocos mais divertidos de Olinda. E fica ali no ladinho da entrada da Rua 13 de Maio. O “A Casa Caiu” reúne os foliões às 10h.

A CORDA
No último dia de Carnaval, o bloco A Corda reúne amigos cabulosos que passam nas pousadas e casa para acordar a galera. Sai cedíssimo, de 7h.

PARADO E GIRANDO ANO 2
Este é o bloco da Terça do Vinil, popular festa do DJ 440 que reúne os admiradores de música brasileira. Em seu segundo Carnaval, o “Parado e Girando” vai rolar na Rua do Sol, foco da folia olindense.

FAÇA AMOR, NÃO FAÇA A BARBA
Este é o terceiro ano dos barbudos de Olinda, que se reúnem na ladeira de São Francisco para celebrar os pelos faciais e seus admiradorxs.

Conhece mais algum bloco que vale a pena? Tem algum que você segue ou quer descobrir este ano? Diz aí nos comentários.

Sem mais artigos