Argo, dirigido por Ben Affleck (acima), levou os prêmios nobres: filme e diretor (Foto: CBS/Reprodução)

Argo, dirigido por Ben Affleck (acima), levou os prêmios nobres: filme e diretor (Foto: CBS/Reprodução)

A cerimônia do Globo de Ouro, que aconteceu neste domingo (13) confirmou o favoritismo da série de TV Girls e surpreendeu o público ao premiar Argo nos prêmios de melhor filme de drama e diretor para Ben Affleck. A noite ainda deu espaço para Virada de Jogo, produção da HBO estrelada por Julianne Moore sobre a candidatura de Sarah Palin.

O Globo de Ouro em GIFs

Os Miseráveis levou três prêmios: melho filme de comédia ou musical, melhor ator de comédia ou musical para Hugh Jackman e melhor atriz coadjuvante para Anne Hathaway. Já Lincoln, que era um dos favoritos e foi indicado em sete categorias, venceu apenas como melho ator. O prêmio é entregue pela Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood.

Amor, de Michael Haneke venceu melhor filme estrangeiro. Sylvester Stallone e Arnold Swarchenegger, entregaram o prêmio ao diretor, em um dos momentos mais engraçados e surreais da noite.

A vitória de Argo reafirma a personalidade própria do prêmio e o afasta ainda mais a pecha de “termômetro para o Oscar”. O filme dirigido por Ben Affleck compete como melhor filme na premiação da Academia, mas foi esnobado nas categorias de melhor diretor e melhor ator. Já o Globo, premiou o longa nas duas categorias mais nobres. Veja lista de indicados abaixo.

golden7

Tina e Amy afiadas
A escolha das comediantes Tina Fey e Amy Poehler como apresentadoras do prêmio mostrou-se uma escolha acertada. Elas tiveram bom ritmo e conseguiram fazer graça além do puro constrangimento, como era a proposta do anterior, Ricky Gervais. Elas, já de saída, fizeram chacota com James Cameron. Fazendo referência às polêmicas envolvendo o filme A Hora Mais Escura, de Kathryn Bigelow, por uma suposta apologia à tortura, Amy soltou: “em relação à tortura, eu fico com a mulher que foi casada três anos com Cameron”.

Elas ainda concorriam como melhor atriz de série de comédia e apareceram “disfarçadas” entre a plateia na hora em que foram anunciadas. Outras celebridades que foram motivos de piada das duas foram James Franco, Anne Hathaway (relembrando a apresentação do Oscar feita pelos dois), George Clooney e Meryl Streep, que não estava na festa, pois estava com gripe. “Tenho certeza que ela está ótima nessa gripe, ela sente a gripe”, tirando onda com a entrega da atriz em qualquer interpretação.

Jodie Foster gerou buzz com seu discurso (Foto: Facebook do GoldenGlobes)

Jodie Foster gerou buzz com seu discurso (Foto: Facebook do GoldenGlobes)

Jodie e a privacidade
A atriz Jodie Foster ganhou o prêmio Cecil B. De Mille por sua contribuição artística. Um clipe lembrou que Jodie está nas telas desde criança e lembrou trabalhos clássicos como Nell, Silêncio dos Inocentes e Taxi Driver. Aos 50 anos, ela fez um discurso bastante comentado, citando a dificuldade da privacidade nos dias de hoje, sexualidade e fama. Para encerrar a premiação, Amy e Tina relembraram o agradecimento, dizendo que iriam com Jodie para casa.

Sem números musicais, clipes ou apresentações especiais, o Globo de Ouro foi objetivo na entrega dos prêmios e concentrou a festa no trabalho dos apresentadores, responsável por praticamente todo o entretenimento. Além de Amy e Tina, outro destaque foi a dupla Kristen Stewart e Will Ferrel, que fingiam ter visto os filmes que estavam apresentando.

Veja os vencedores.

CINEMA

Melhor filme de drama
Argo

Melhor filme de comédia ou musical
Os Miseráveis

Melhor ator de drama

Melhor atriz de drama
Jessica Chastain – A Hora Mais Escura

Melhor ator de comédia ou musical
Hugh Jackman – Os Miseráveis

Melhor atriz de comédia ou musical
Jennifer Lawrence – O Lado Bom da Vida

Melhor atriz coadjuvante
Anne Hathaway – Os Miseráveis

Melhor ator coadjuvante
Christopher Waltz – “Django Livre”

Melhor trilha sonora original
Mychael Dana – As Aventuras de Pi

Melhor canção original
“Skyfall”, Adele – 007 Skyfall

Melhor roteiro
Quentin Tarantino – Django Livre

Melhor filme estrangeiro
Amor, de Michael Haneke

Melhor diretor
Ben Affleck – Argo

Melhor animação
Valente

Prêmio Cecil B. De Mille
Jodie Foster

TV

Melhor série de TV de drama
Homeland

Melhor série de TV de comédia
Girls

Melhor atriz de série de drama
Claire Danes – Homeland

Melhor ator de série de TV
Damien Lewis – Homeland

Melhor ator de série de comédia
Don Cheadle – House Of Lies

Melhor atriz de série de comédia
Lena Dunham – Girls

Melhor telefilme ou minissérie de TV
Virada de Jogo

Melhor atriz telefilme ou minissérie para TV
Julianne Moore – Virada de Jogo

Melhor atriz coadjuvante por minissérie para TV
Maggie Smith – “Downton Abbey”

Melhor ator telefilme ou minissérie de TV
Kevin Costner – Hatfields & McCoys

Melhor ator coadjuvante por telefilme ou minissérie de TV
Ed Harris – Virada de Jogo

Sem mais artigos