China abriu a boca (Divulgação)

China abriu a boca (Divulgação)

A Fundarpe, responsável pelo Carnaval de Pernambuco, emitiu uma nota pública sobre o atraso de pagamentos dos cachês de artistas que tocaram na folia do Estado. Segundo o órgão oficial, tudo está “quase normalizado”.

Nesta semana, os artistas China, Alessandra Leão, Nação Zumbi, DJ Dolores fizeram protesto nas redes sociais contra os atrasos e disseram que não irão tocar no Carnaval este ano. A nota da Fundarpe diz que o índice dos pagamentos está perto de 100%: “No Carnaval de 2012, foram pagos 99,28% dos contratados. No São João 2012, o percentual de processos pagos é 98,64%. No Festival de Inverno de Garanhuns (FIG) 96,77% dos artistas contratados também receberam seus cachês”.

Ainda é dito que tudo é regido por um trâmite legal. “Existe um trâmite legal que precisa ser rigidamente cumprido para pagamento com dinheiro público. Todos os artistas que enfrentam atrasos no pagamento de seus cachês são informados dos motivos e orientados sobre como devem proceder. Em alguns casos, a Fundarpe constata que muitos artistas não têm conhecimento de problemas que estão sendo enfrentados pelas próprias produtoras que os representam”.

Os atrasos da Fundarpe já eram conhecidos no meio cultural pernambucano – inclusive com posts de protesto no Facebook e Twitter – mas ganhou uma dimensão maior com a carta aberta do cantor e ex-VJ China, em seu blog. “Tomar essa decisão foi muito difícil, porque eu adoro fazer shows nessa época do ano e também estou morrendo de saudade do público pernambucano, que sempre lota os espaços públicos para assistir as minhas apresentações, mas essa galera não imagina o que acontece nos bastidores”. (Via JC)

Sem mais artigos