Desenho feito por Shiko para o Abril Pro Rock

A trajetória do Abril Pro Rock serviu como mote para uma exposição que recupera a memória artística do festival pernambucano. Toda essa nostalgia dos 20 anos do APR estará em exibição no Centro Cultural Correios, Recife Antigo. A entrada é gratuita.

A exposição reúne obras de artistas plásticos que inspiraram trabalhos e projetos de identidades visuais utilizadas pelo festival em suas edições. Estão acessíveis ao público esculturas de Juliana Notari, Jacaré e Evêncio, originais que foram transformados em cartazes do APR ou pinturas de nomes como Félix Farfan e desenhos de J. Borges e o paraibano Shiko.

“Os visitantes poderão ter uma idéia de como APR é um panorama da música nacional e terão a oportunidade de mergulhar entre coisas que nunca tiveram acesso, como discos que nunca foram lançados no mercado ou vinis de coleções limitadas”, disse Paulo André Pires, produtor do Abril Pro Rock, por email.

Além de Memorabilia, o festival também promove a exposição Pôster Arte Design, de 4 a 29 de abril, no Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães – Mamam, no Centro do Recife, com mais desenhos ligando o festival ao circuito de artes visuais da cidade. A entrada também é grátis.

Veja a galeria de imagens da Memorabilia.

[nggallery id=99]

O festival deste ano acontece entre os dias 20 e 22 de abril no Chevrolet Hall com shows de Buraka Som Sistema, Los Hermanos e A Banda Mais Bonita da Cidade, entre outros. Veja a programação completa.

Sem mais artigos