Revista O Grito!

Papo de Quadrinho — O Grito! Blogs – Quadrinhos

Tag: Paulo Cesar Santos

Apoie esse projeto: “Vampiros Independentes”

Catarse_Vampiros

Até onde vai nosso conhecimento, é a primeira vez que uma campanha de financiamento coletivo de quadrinhos no Catarse contempla dois projetos ao mesmo tempo.

Trata-se de Ozman: Harpocrates e Draconian: Viva Las Vegas! Em comum, os projetos têm a temática de vampiros e a arte de Paulo Cesar Santos. O primeiro tem roteiro de André Freitas e o segundo, de André Farias.

Harpocrates é ambientada em São Paulo, e apresenta a volta do vampiro grego Ozman (já visto na publicação independente Nemesis), em duas histórias “sem muita conversa, mas com bastante sangue”.

Viva Las Vegas! narra mais aventuras da turma de vampiros contemporâneos apresentados na ótima Draconian. Agora, o vampiro Lenny vive suas desventuras na Cidade do Pecado, numa trama que mistura, nas palavras do autor, Se beber não case, Um drink no inferno e A morte lhe cai bem.

FICHA:

Link do projeto: https://www.catarse.me/pt/vampiros#

 Data limite: 02 de abril

Meta: R$ 11 mil

Atingido até o momento: R$ 2.010 (18%)

Colaboração mínima: R$ 10

Colaboração máxima sugerida: R$ 500

Recompensas: de versão impressa de um dos livros entregue em mãos até páginas originais e presença como personagem nas próximas histórias.

Previsão de entrega: Abril de 2015

Vale o investimento – “Draconian”: Vampiros descolados

draconian-011

A trajetória de Draconian começou no final dos anos 1990, na extinta revista Dragão Brasil. Com adaptações e adição de histórias inéditas, a criação de Paulo Cesar Santos ganhou publicação própria, independente, em outubro de 2012.

Draconian reúne histórias curtas centradas num grupo de amigos vampiros. A exemplo dos modernos seriados de TV do gênero, eles têm aparência jovem, são descolados e convivem entre os vivos em harmonia e mais ou menos ocultos.

Tocam sua vida da mesma forma que os humanos, frequentam galerias de arte, baladas e trabalham. Uma das melhores frases vem de um atendente de loja: “Mano, nem todo vampiro tem um ‘conde’ antes do nome, tá ligado?”.

Como costuma acontecer nesse tipo de coletânea, o resultado é irregular. Alguns roteiros são mais consistentes e interessantes que outros. Por envolver o mesmo grupo de personagens, as histórias melhoram com a evolução da leitura na medida em que se dão as interligações e a troca de referências entre eles. Atenção para as muitas referências ao rock e à cultura pop.

O elemento que se mantém regular todo o tempo é o traço firme e elegante de Paulo Cesar. Seu estilo clássico faz bom uso do claro e escuro; a diagramação é arrojada e a narrativa, fluida. Destaque para a splash page da história Você deve se lembrar e sua reprodução da França ocupada pelos nazistas em 1941.

Para quem ainda não teve oportunidade de ler, vale a pena uma conferida nesta obra, que conta também com roteiros de André Farias.

Draconian é uma edição caprichada, com 128 páginas, capa colorida e miolo em preto e branco em papel couché. O preço é justo, R$ 20, e a HQ pode ser adquirida nas lojas físicas e virtuais da Gibiteria, Monkix e Comix, ou diretamente com o autor pelo e-mail draconianhq@gmail.com. Vale o investimento.

Papo de Quadrinho é um blog da Revista O Grito!. Todos os direitos reservados. © 2013–2021