Revista O Grito!

Papo de Quadrinho — O Grito! Blogs – Quadrinhos

Tag: CCXP Worlds A Journey of Hope

JM DeMatteis e Jon J. Muth relembram “Moonshadow” na CCXP Worlds

Dois grandes nomes da nona arte participaram na tarde deste sábado da CCXP Worlds, na Artist’s Valley. O roteirista JM DeMatteis e o ilustrador Jon J. Mutt chegaram na área para conversar com o jornalista Roberto Sadovski sobre “Moonshadow”, clássica HQ lançada em 1989 e que foi republicada no Brasil pela Pipoca e Nanquim.

A dupla comentou sobre o trabalho, a repercussão na época, os elogios e as críticas de quem se chocou com o tema adulto da história, que misturava política, religião, filosofia, sexo, amor, guerra, morte e vida com um visual deslumbrante, em ilustrações feitas com aquarela em uma arte refinada e uma narrativa gráfica diferenciada.

“Tivemos uma química artística”, relembra JM DeMatteis, que na época estava envolvido com outra HQ que se tornou clássica, a Liga da Justiça que tinha Batman, Besouro Azul, Guy Gardner e Gladiador Dourado, entre outros. “Houve uma troca entre nós. O que escrevia no argumento inspirava o Jon, que explodiu as barreiras na minha própria mente, por isso foi tão boa. Na época, não sabíamos que estávamos fazendo algo inédito, que foi além do mundo da Marvel e da DC Comics.”

Sobre fazer uma adaptação de “Moonshadow” para outra mídia, a exemplo do que tem sido feito com dezenas de personagens, séries e graphic novels, JM DeMatteis diz já ter sido questionado por fãs a respeito, mas acredita que a minissérie seria impossível de se adaptar tempos atrás. “Seria extremamente caro. Eu acho que no momento atual, sim, mas tenho que dizer que gostaria de ver uma animação para adultos, assim que gostaria de ver essa história ganhar vida na tela. Então, se alguém aí tiver milhões de dólares para gastar, com certeza a gente faz.”

A respeito da possibilidade de realizarem algo juntos novamente, Jon J. Muth lembrou do trabalho da dupla com o Surfista Prateado e que havia outras coisas que já poderiam ter realizado juntos. “Com certeza adoraria trabalhar novamente nessa dupla. Seria incrível, ele é um dos meus roteiristas prediletos, então é uma pergunta muito fácil.”

CCXP anuncia evento virtual em 2020

Intitulado “CCXP Worlds: A Journey of Hope” o evento traz uma mensagem positiva, extrapola os limites da cidade de São Paulo e leva aos fãs do mundo inteiro a experiência da nossa Comic Con Experience

Foto: Mangabeira/ I Hate Flash

Se em 2019 a CCXP se consolidou como o maior festival de cultura pop do planeta, a realidade diante da pandemia de Covid-19 criou um desafio inusitado para a organização da CCXP20.

A organização do evento já previa uma edição com inúmeras novidades e recordes, mas ao longo destes quatro meses de isolamento em que o mundo parou e grandes eventos mundiais foram adiados ou cancelados, a CCXP vem discutindo seu formato para este ano, além de acompanhar de perto os pedidos do público nas redes sociais.

Por entender que um evento deste porte traz visitantes de todo o Brasil, e que seria imprudente reunir um número tão grande de pessoas diante da situação atual, foi anunciado para o começo de dezembro de 2020 sua primeira edição 100% virtual. A decisão está calcada no bem-estar de todos os envolvidos na engenharia de fazer este megaevento acontecer – fãs, equipe, artistas convidados e todos que dão vida à CCXP.

Como vai ser?

Segundo o CEO da CCXP, Pierre Mantovani uma coisa é certa: “Não será uma simples live. Direcionamos todos os esforços para que cada parte da CCXP esteja presente na casa de milhares de pessoas, como um pedacinho da experiência, só que digital. E justamente por ser digital, pela primeira vez na história, teremos um evento de escala global para a indústria do entretenimento”.

Essa edição especial terá um nome especial para a ocasião: “CCXP Worlds: A Journey of Hope“, que traz uma mensagem positiva após um período difícil para o mundo inteiro: “Vamos investir toda a nossa capacidade criativa e o alcance da nossa comunicação para trazer uma pauta positiva e construir um lugar para nos encontrarmos e para compartilhar o que cada um tem de melhor. Essa jornada de esperança busca um mundo mais justo, com oportunidades igualitárias e mais sustentável”, diz Marcelo Forlani, head de cultura, diversidade e pertencimento da Omelete Company.

Mas… e o Artists’ Alley? E os encontros com celebridades? E os estúdios? E as fotos com os cosplayers? A experiência será gratuita? Todos estes detalhes serão detalhados e compartilhados para o público a partir do dia 25 de agosto – salve essa data.

A CCXP realizará uma coletiva virtual para a imprensa e, em seguida, também começará a detalhar o evento em seus canais proprietários.

Outras informações serão divulgadas em breve no site http://www.ccxp.com.br .

Link para o Instagram.

Papo de Quadrinho é um blog da Revista O Grito!. Todos os direitos reservados. © 2013–2021