Revista O Grito!

Papo de Quadrinho — O Grito! Blogs – Quadrinhos

Category: Marvel (Page 3 of 15)

Stan Lee vai lançar mais uma autobiografia

stanleebiografia

Amazing Fantastic Incredible: A Marvelous Memoir está programado para chegar às livrarias gringas em outubro, pelo selo Touchstone, da editora Simon & Schuster.

A autobiografia foi escrita em parceria com o roteirista de HQs Peter David e ilustrada por Colleen Doran. Segundo a editora, o livro traça a trajetória de Stan Lee desde a infância em Manhattan, passando pelos primeiros trabalhos na indústria de quadrinhos, os filmes de treinamento militar que produziu no exército durante a 2ª Guerra, até chegar à criação do atual Universo Marvel, nos anos 1960.

Lee já escreveu a autobiografia Excelsion! The Amazing Live of Stan Lee, em 2002, também pela Toucstone, junto com George Mair.

A Marvelous Memoir terá 196 páginas, capa dura e preço de R$ 30.

Quem não quiser esperar pode ler a ótima – e única – biografia de Stan Lee produzida no Brasil pelo pesquisador, roteirista e editor Roberto Guedes: Stan Lee, o Reinventor de Heróis, lançada pela Kalaco.

Álbum de figurinhas de “Vingadores – Era de Ultron” já está nas bancas

Vingadores-Ultron-álbum

Boa notícia para quem gosta de colecionar. A Panini lançou neste mês o álbum de figurinhas do blockbuster Vingadores – Era de Ultron, que estreou no Brasil no último dia 23 (leia nossa crítica do filme aqui).

Atenção: não confundir com outro álbum lançado pela Ed. Abril, também nas bancas, baseado no desenho animado Vingadores Unidos.

São mais de 190 cromos, sendo 24 metalizados e 24 com moldura em impressão diferenciada.

Diferentemente do álbum de Guardiões da Galáxia, que só trouxe artes conceituais, este apresenta cenas retiradas do filme, além de informações complementares e um pôster com oito páginas duplas retratando os heróis principais da equipe.

O álbum custa R$ 5,90 e os cromos, R$ 1,00 o pacote com quatro unidades.

“Vingadores – Era de Ultron” fatura mais de US$ 200 milhões na estreia mundial

av291

O filme chegou a 44 países uma semana antes dos Estados Unidos, na próxima sexta-feira (1). Os dados ainda são preliminares: segundo a Disney, os US$ 201,2 milhões de bilheteria de Vingadores – Era de Ultron superam em 44% o primeiro fim de semana mundial do primeiro Os Vingadores e em 24% o de Homem de Ferro 3.

Ainda de acordo com o estúdio, os países em que o filme teve melhor desempenho até o momento foram Coreia do Sul (US$ 28,2 milhões), Reino Unido (US$ 27,3 milhões) e Rússia (US$ 16,2 milhões), seguidos de Brasil e Austrália (US$ 13,1 milhões), França (US$ 12,4 milhões) e Alemanha (US$ 9,3 milhões).

Pelo levantamento, Vingadores – Era de Ultron é a segunda maior bilheteria num fim de semana de estreia de todos os tempos no Brasil, em moeda local.

Leia nossa crítica aqui.

Crítica: “Vingadores – Era de Ultron” tinha a obrigação de ser melhor

Avengers-Age-of-Ultron

Em respeito aos leitores do blog, o texto abaixo não traz spoilers

Dizem que em time que está ganhando não se mexe. Isso pode ser válido em algumas situações; noutras, é o primeiro passo para a acomodação e o fracasso. Infelizmente, é esta parte do ditado que se aplica a Vingadores – Era de Ultron, que estreia nos cinemas brasileiros amanhã (23), uma semana antes que nos Estados Unidos.

A Marvel decidiu não mexer na fórmula vencedora do primeiro filme, de 2012, e a repetiu – mas sem o mesmo frescor. Dizer que Era de Ultron é “mais do mesmo” é uma meia verdade. Apesar do clima “pipoca”, o roteiro do primeiro Os Vingadores foi competente em construir a equipe e teve a preocupação básica de criar elementos narrativos para justificar a ação dos personagens.

Nesta sequência, o roteiro não é apenas raso, é plano. Não tem reviravoltas nem turning point (como a “morte” do agente Coulson, no primeiro) ou um clímax que não dependa da pura ação. Em algumas passagens, a trama resvala para o sentimentalismo piegas e toma tantos atalhos para solucionar conflitos que soa ilógica.

Era de Ultron mostra uma equipe afinada logo na primeira cena de ação. Pelo menos para os fãs de quadrinhos, são em momentos como este que o filme cresce. Cresce também na interação entre os personagens e nas piadas bem colocadas – em menor número que no filme anterior.

Ainda é legal ver o Capitão América lançar o escudo, e Thor, o martelo, mas os fãs já se acostumaram a isso. A comentada luta de Hulk contra Homem de Ferro na armadura Hulkbuster é de encher os olhos, mas não o suficiente para superar os demais problemas.

Era de Ultron é o ápice da Fase 2 e tinha potencial, e a obrigação, de levar o universo cinematográfico da Marvel a um novo patamar. Não foi o caso. O filme não faz justiça à sua importância estratégica nem ao seu papel de preparar a nova fase. Não causa impacto, não provoca ruptura, não emociona e pouco diverte.

Se o nível de exigência é elevado, isso se deve á própria Marvel, não só pelo primeiro filme dos Vingadores – que chamamos neste mesmo espaço de “O melhor filme de super-heróis de todos os tempos” – mas também por Capitão América 2 – O Soldado Invernal e Guardiões da Galáxia, estes, sim, exemplos da ousadia que o estúdio vinha demonstrando até agora.

É bastante provável que Era de Ultron seja um enorme sucesso comercial. O filme deve alcançar, e até mesmo ultrapassar, o US$ 1,5 bilhão de bilheteria do seu antecessor. Que isso não seja motivo para a Marvel se acomodar. O estúdio já provou que sabe fazer mais e melhor.

Ovos de Páscoa versão Nerd

O feriado de Páscoa está chegando e com ele o tradicional hábito de presentear os parentes e nerds queridos com ovos de chocolate. Ano após ano, esses ovos de Páscoa aparecem no mercado com surpresas, brinquedos e outros mimos, para alegria (ou desespero) das crianças e às vezes dos pais também.

Enquanto isso, uma parte dos amigos nas redes sociais insistem que comprar chocolate tradicional é muito mais barato do que os ovos de Páscoa, e outra parte reclama que comercialização de brindes estimularia crianças a consumir alimentos em quantidade inadequada, ou que há venda casada de forma não permitida, etc.

No meio dessas questões, o Papo de Quadrinho simplifica e lista os ovos bacanas e mais desejados pelos nerds.

cacau

A Cacau Show lançou os ovos licenciando os personagens da DC,  Superman e Mulher Maravilha. O ovo tem 160 gramas em sabor chocolate ao leite e vem em uma caixa junto a um brinde especial: um fone de ouvidos com o símbolo dos heróis. Nosso editor Jota Silvestre pagou R$ 37,90, mas há notícias de preços maiores ou menores em diferentes praças, sendo esse valor de São Paulo. A qualidade do fone é ok e ele é muito bonito como dá pra perceber. As unidades são limitadas segundo a Cacau Show.

11072600_10153679644574112_808180767_n

A Marvel não ficou de fora desta Páscoa e lançou junto com a Lacta uma linha de ovos que vem com canecas temáticas, cada uma com um vingador diferente: Hulk, Thor, Capitão América, Homem de Ferro e até do Homem Aranha – e ai supomos que ele deva fazer uma ponta como vingador no próximo filme.

11073759_10153679644429112_305268648_n

Entre os ovos de chocolate mais bacanas que vem com canecas temáticas, estão os lançamentos de Star Wars. Com todo o burburinho do trailer do novo filme da franquia, e com o sucesso recente de livros e outros produtos no Brasil, os personagens icônicos de Star Wars não podiam faltar.

As canecas que acompanham os ovos de páscoa estão em duas versões: Stormtrooper e Darth Vader (essa segunda, muito concorrida). Este editor pagou R$ 29,90, em ambas, mas também há relatos de valores diferentes para outras regiões da cidade  – neste caso – de Porto Alegre.

Outras franquias famosas mais focadas no público infantil como Ben 10, Angry Birds, Hora de Aventura, Max Steel, Monster High, Hot Weels, Turma da Mônica e Hello Kit também tem ovos que acompanham algum brinde. Todos tem em média 170 gramas de chocolate. No mercado porto-alegrense os valores desses produtos não ultrapassam os 33 reais.

Ainda existem outros modelos de ovos com brindes, mas esses apresentados nesse post são de longe os mais bonitos. Basta escolher seu ovo de páscoa favorito e fazer a festa. Por causa dos brindes, claro, afinal ninguém deve largar a dieta.

Marvel homenageia Jack Kirby com livro de 800 páginas

King-Size-Kirby-Hardcover

Na rabeira das muitas edições especiais que a editora lançou neste ano por conta do seu 75º aniversário, a Marvel anuncia para julho de 2015 a King-Size Jack Kirby Hardcover.

O encadernado de capa dura, com mais de 800 páginas e “tamanho adamantium” – medida inventada pela Marvel que representa 50 cm de altura por 30 cm de largura -, vai reunir quase 30 histórias (veja lista abaixo) de diferentes épocas e gêneros: romance, western, ficção científica e, claro, aquele que o consagrou, super-heróis.

Entre os roteiristas destas histórias estão o próprio Kirby, Stan Lee, Joe Simon e Martin Burstein. O preço ainda não foi divulgado.

Em fevereiro deste ano, completaram-se 20 anos da morte de Jack Kirby, então com 76 anos de idade. Ele foi um dos pioneiros e dos mais emblemáticos e inspiradores artistas da nona arte. Com justiça, foi apelidado de “Rei”.

Apesar de tardia, a homenagem é muito bem-vinda.

King-Size Jack Kirby Hardcover:

Red Raven 1

Marvel Mystery Comics 13

Captain America Comics (1941) 1e 7

Tales to Astonish 5

Rawhide Kid 17

Amazing Adventures (1961) 1e Strange Tales 89, 94 e 114

Teen-Age Romance 84

Fantastic Four 1, 48-51, 57-60 e Annual 5

Incredible Hulk 3

Two-Gun Kid 60

Love Romances 103

Amazing Spider-Man 8

Fury 6 e 13

Avengers 4

Tales of Suspense 59

X-Men 9

Thor 134-136 e 155-157

Not Brand Echh 1

Amazing Adventures (1970) 1-2

Captain America’s Bicentennial Battles

Captain America (1968) 200

Eternals 7

Devil Dinosaur 1

What if? 11

Marvel lança caixa especial de 30 anos de “Guerras Secretas”

guerrasecretas

Publicada em formato de série mensal entre maio de 1984 e abril de 1985 para ajudar a Mattel a vender bonequinhos, Guerras Secretas ficou conhecida como a “a mãe de todas as sagas”.

Isto porque, apesar da trama simplória, foi a primeira grande história a reunir praticamente todos os heróis do universo Marvel nos quadrinhos, com desdobramentos em quase 50 outras revistas e consequências que se fizeram sentir por anos – a mais notável talvez seja o uniforme negro do Homem-Aranha.

Para comemorar a data, a Marvel lança em junho do ano que vem, nos Estados Unidos, uma caixa especial com 11 encadernados de capa dura contendo a saga principal, vários títulos impactados, a infame continuação Guerras Secretas II (1985), as recentes Beyond! e Guerra Secreta (centrada em Nick Fury) e outras revistas relacionadas. Um dos volumes será dedicado aos bastidores da criação de todas estas séries, com rascunhos, artigos e entrevistas dos envolvidos.

Marvel Super Heroes Secret Wars: Battleworld Box Set Slipcase terá tiragem limitada e um total de 3.568 páginas. Além do luxuoso box estampado com imagens icônicas da época, ainda vem de brinde um pôster desenhado por Alex Ross que reproduz a capa da primeira edição original.

O preço dessa brincadeira de gente grande ainda não foi divulgado.

guerrasecretas0

Marvel quer a cabeça do responsável pelo vazamento do trailer de Vingadores 2

avengersultron

Mesmo como o megassucesso de Capitão América 2 e Guardiões da Galáxia, não há dúvida de que o grande filme da Fase 2 da Marvel é Vingadores: A Era de Ultron, que estreia no dia 30 de abril no Brasil.

Portanto, é evidente que o estúdio planejava fazer estardalhaço com a divulgação do primeiro trailer, e reservou o intervalo do episódio de Agentes of S.H.I.E.L.D.  do dia 28 de outubro para tanto.

Acontece que o trailer foi vazado na Internet no dia 22 por um tal de “John Gazelle”. A Marvel reagiu como pôde: horas depois, postou a versão oficial, em alta resolução, no seu canal do Youtube, e recebeu mais de 34 milhões de visualizações em 24 horas.

Agora, o estúdio quer a cabeça do engraçadinho. Nesta semana, a Marvel acionou a justiça da Califórnia para intimar o Google a fornecer informações sobre “Gazelle”, incluindo o endereço IP e o dispositivo utilizado para jogar o trailer na rede. O Google tem que obedecer a ordem judicial até o dia 18.

Muito embora a Marvel se beneficie da propaganda gratuita – o número de visualizações no Youtube é muitíssimo mais alta do que a audiência de Agents of S.H.I.E.L.D. – ela tem o direito de defender sua propriedade e a milionária estratégia de marketing.

A empresa quer fazer de “Gazelle” um exemplo, e mandar um recado para funcionários e parceiros que têm acesso privilegiado a seu material de divulgação. Vamos ver se o hacker foi bom o bastante para proteger sua verdadeira identidade.

 

Guardiões da Galáxia detona e é o filme mais assistido do ano nos EUA

902239-product-feature1-740x448

A liderança já havia sido conquistada na sexta-feira. Agora, com a estimativa do fim de semana completo, o filme ultrapassou, e muito, Capitão América 2 – O Soldado Invernal: US$ 274,6 milhões contra US$ 259,7.

O extraordinário é que Guardiões da Galáxia alcançou em cinco semanas um resultado que Capitão levou 20. E não se está falando de um filme qualquer: para muitos fãs, a segunda aventura do Sentinela da Liberdade era o melhor filme da Marvel até então.

Leia nossa crítica de Guardiões da Galáxia aqui.

A decepção fica mais uma vez para Sin City 2 – A Dama Fatal. No segundo fim de semana, o filme baseado nas HQs de Frank Miller desabou 65%, fez só US$ 2 milhões na bilheteria e ficou em 14º lugar.

No Brasil, Sin City 2 foi adiado de 11 para 15 de setembro.

Bilheteria EUA: Guardiões da Galáxia retoma liderança no 4º final de semana

GOTG082408

O resultado já era esperado. A nova aventura cinematográfica da Marvel, recuperou o primeiro lugar de As Tartaruga Ninja neste final de semana (22 a 24 de agosto).

Guardiões da Galáxia faturou US$ 17,6 milhões contra US$ 16,8 dos répteis mutantes, segundo estimativa do site Box Office Mojo.

Na prática, significa que o boca-a-boca do primeiro vem funcionando melhor. Guardiões da Galáxia está no quarto final de semana de exibição, e havia perdido o posto para As Tartarugas Ninja na estreia deste (8 a 10) e no fim de semana seguinte (15 a 17).

No agregador de críticas Rotten Tomatoes, o filme da Marvel mantém cotação altíssima de 92% de avaliações positivas dos profissionais e 95% do público – As Tartarugas Ninja amarga cotação de 20% e 60% respectivamente.

A nota triste fica para a fraca estreia de Sin City 2 – A Dama Fatal, que estreou em oitavo lugar no fim de semana, com bilheteria de US$ 6,4 milhões. Os Mercenários 3 também não decolou: depois de fazer US$ 15,7 milhões no primeiro de fim de semana (15 a 17), neste faturou apenas US$ 6,6 milhões, e ficou com o sétimo lugar.

Até o momento, Guardiões da Galáxia acumula US$ 251,8 milhões nas bilheterias norte-americanas, e é o terceiro filme mais assistido do ano naquele país (atrás de Capitão América 2 – O Soldado Invernal e LEGO Movie). A bilheteria mundial está em US$ 489,5 milhões.

Page 3 of 15

Papo de Quadrinho é um blog da Revista O Grito!. Todos os direitos reservados. © 2013–2020