Revista O Grito!

Papo de Quadrinho — O Grito! Blogs – Quadrinhos

Fantasma: Os Piratas do Céu é um retrato de sua época

O Fantasma capa

Aviso ao jovem leitor: antes de julgar O Fantasma – Piratas do Céu: A Saga Completa (Ediouro/Pixel, 130 páginas, R$ 16,90) por sua narrativa primitiva e roteiro folhetinesco, tenha em mente o seguinte:

As duas histórias que compõem o encadernado foram publicadas em tiras de jornal entre 1936-1937 e 1941-1942 – portanto, nos primórdios dos quadrinhos como os conhecemos hoje.

Isso explica por que há tanta redundância entre imagem e texto; por que a trama dá tantas voltas (era preciso fidelizar o leitor); e por que uma parte substancial dos quadros é desperdiçada para relembrar fatos que acabaram de acontecer (para o leitor da época, havia o hiato de um dia).

Mais que clássicas, as tramas de Piratas do Céu e A Volta dos Piratas do Céu são revolucionárias. Apesar de as mulheres poderem votar, nos Estados Unidos, desde 1920, estavam longe da igualdade conquistada décadas depois. Ainda assim Falk criou personagens fortes, donas do próprio destino e, curiosamente, vilãs implacáveis.

A certa altura, porém, o autor se deixa contaminar pelo espírito do seu tempo e conclui que, afinal de contas, não são tão duronas assim: tudo que elas querem é compreensão e um homem para chamar de seu.

Uma crítica que se pode fazer ao trabalho de Lee Falk é que A Volta… tem praticamente a mesma estrutura narrativa de Piratas do Céu: o Fantasma é confundido com o líder da quadrilha, é preso injustamente, liberta-se, assume sozinho o combate às vilãs, é preso novamente, tem sua vida poupada porque as chefonas apaixonam-se por ele, foge novamente, avisa a polícia, limpa sua reputação e desbarata a quadrilha.

Em defesa do Falk, o que se pode dizer é que, passados quatro anos entre uma história e outra, boa parte dos leitores havia sido renovada e que, àquela época, o acesso ao que havia sido publicado anteriormente era praticamente impossível.

Se hoje, com tantos recursos à disposição, a maioria dos leitores aceita que a origem dos super-heróis seja recontada de tempos em tempos, por que não naquela época?

É por tudo isso, por seus erros e acertos, por suas virtudes e defeitos, que O Fantasma: Piratas do Céu, A Saga Completa é um clássico que merece ser lido.

E aqui cabem os cumprimentos à Ediouro/Pixel por ter tido a coragem de relançar este material com acabamento caprichado e preço justo. É quase certo que o resultado irá surpreender a editora e que os leitores encontrarão mais desses clássicos nas bancas.

Comentários

Previous

Crítica: Um Chico, dois universos

Next

Confirmada estreia do novo desenho do Hulk no Brasil

8 Comments

  1. Caio Cesar

    Muito boa resenha adoro as histórias do Fantasma certamente vou comprar.

  2. Haroldo

    Quadrinhos que remetem a um período menos complicado…é sempre bom poder conhecer hq’s como esta. Pretendo comprar logo, logo!

  3. juscelino costa

    Sou colecionador de gibis antigos e já comprei essa edição.
    Gostaria de saber se haverá outros lançamentos.

    • Olá, Juscelino.

      Quando consultamos a editora, a resposta foi de que é uma edição única, especial. Mas acredito que eles vão se surpreender com as vendas e providenciar outras logo, logo. Já se fala que está a caminho uma HQ neste formato do Mandrake.

      Fique de olho aqui no Papo de Quadrinho para mais notícias.

      Abs

  4. Rubens Mariano Brasil

    Sr Gerente da Pixel os gibis mais consumidos saõ de
    Lee Falk e Ray Moore lee Falk roteirista e Ray Moore desenhista
    Tem um desenhista com o no de Sy Barry que depois da morte de Ray Moore ele assmiu como desenhista ai foi queda do gibi do Fantasma. depois do numero 100 em diante eu ja não comprei mais nen mais uma revista
    Desenho ficou muito ruin historia sem argumento
    Espero que essa nova editora Pixel edite so historias antiga
    Desenho de Sy Barry naõ tem aceitação no mercado naõ compro revista do Sy Barry eu ja comprei os Piratas do Ceú
    Se vcs caprinhar na revista pode vender o exemplar 25,00 reais Eu vou comprar todas que sair Obrigado

  5. ILIDIO DO CARMO LOURES

    Sempre fui leitor dos gibis do Fantasma. Gostaria de adquirir o gibi. Aqui em Resende-RJ, ainda não chegou. Já procurei em todas as bancas de jornais.
    Como adquirir?

  6. Olá, Ilídio.

    Solicitamos informações à editora. Assim que responderem, comentamos aqui.

    Abs

  7. Gustavo

    Sou do interior de sao paulo e achei por acaso no Rio.

    Agora, nunca vi nas bancas daqui ou livrarias virtuais. Realmente a editora poderia se surpreender se fosse facil,achar nas bancas, enfim…

Deixe uma resposta

Papo de Quadrinho é um blog da Revista O Grito!. Todos os direitos reservados. © 2013–2020