Revista O Grito!

Jazz Metal — Por Paulo Floro

Tag: gay (Página 1 de 5)

Senadores da Carolina do Sul querem punir universidades por incluírem livros e HQs com temática gay

bechdelfunhome189detail

Um comitê do Senado da Carolina do Sul, nos EUA, rejeitou uma proposta de cortar o orçamento de duas universidades estaduais como punição por terem selecionado para seus programas de leituras obras com temática , entre eles a HQ Fun Home, de .

Segundo a Associated Press, o líder da maioria no Senado Harvey Peeler tinha solicitado um corte de 70 mil dólares ao comitê de Finanças para as universidades de Charleston e do Norte da Carolina do Sul, mas teve a proposta rejeitada por 11-7. Ele vai tentar emplacar a proposta na semana que vem, em uma votação com toda a casa.

O presidente do comitê no Senado, John Courson, disse que os senadores não tinham a prerrogativa de interferir nos currículos das universidades. “Acho que é algo a ser tratado pelos presidentes das instituições e seus conselheiros da assembleia geral”, disse citado pelo jornal The Sacramento Bee. “Políticos não deveriam censurar atividades de leitura acadêmicas”, disse a diretora Victoria Middleton. “É péssimo para liberdade de ideias e para nossa democracia”.

No debate durante a votação, senadores acusaram a Universidade de Charleston de “promoverem uma agenda gay e forçarem pornografia entre seus estudantes”. A proposta, apesar de ter sido rejeitada, motivou protestos nas universidades e levou a criação de um coalizão pela liberdade de expressão, que inclui o Comic Book Legal Defense Fund.

Eles escreveram uma carta aberta ao Senado lembrando que essas propostas ferem a primeira emenda da Constituição dos EUA. Na semana passada, Alison Bechdel se uniu aos produtores e atores do musical da Broadway baseado em para duas apresentações na Universidade de Charleston. O senador Larry Grooms, do partido Republicano, um dos maiores opositores à inclusão de livros com temáticas homossexuais na Carolina do Sul, disse durante um dos protestos no campus que “está aberto ao debate”.

Líderes mundiais se transformam em drag queens nestes GIFs incríveis

Quem sabe o mundo não seria um pouco melhor se os maiores ditadores da história e líderes como o papa Bento 16 e Barack Obama fossem drag queens? Foi esse o mote do designer , artista do oriente médio que usa esse pseudônimo para criar obras poderosas que possuem forte tom político, mas com muito deboche. Vale a pena conhecer mais do trabalho no site oficial.

Veja abaixo as principais drags.

Putin e Sochi nas capas de revistas

sochi4

A olimpíada de inverno em Sochi vem servindo para expor ainda mais a , um dos países mais fechados e com maiores denúncias de desrespeito aos direitos humanos. O mais chamativo é a lei promulgada no ano passado que proíbe manifestações de homossexualidade. As bancas ao redor do mundo não vêm poupando críticas ao país e ao seu líder . (via NasCapas)

sochi3

sochi2

sochi

Liniers contra homofobia em Sochi

olimpiadas

O cartunista argentino recriou a famosa imagem do pódio dos 200 m rasos nas Olimpíadas do México em 1968 para criticar a perseguição aos gays na , onde acontecem os jogos olímpicos de inverno, em Sochi.

Na imagem original, os atletas norte-americanos Tommie Smith e John Carlos ergueram os braços e ficaram de punhos cerrados fazendo a saudação dos Panteras Negras como forma de protestar contra a segregação racial. Liniers recriou a imagem com seu desenho inconfundível, agora colocando gays no lugar.

A Rússia promulgou em julho do ano passado leis que proíbem qualquer demonstração homossexual para menores de idade. Apesar de Putin dizer que atletas gays serão bem-vindos em Sochi (ainda que calados), diversas delegações fizeram boicote.

olimpiada

Como seria o “Look Back” do Facebook de Vladimir Putin

putin

Para protestar contra a homofobia de Estado na , usuários criaram a versão “Look Back” do presidente russo . Entre os posts mais compartilhados estão os protestos durante paradas gays, onde diversos manifestantes foram presos e feridos.

Quem não está ligado, o vídeo “Look Back” foi feito para comemorar os 10 anos do Facebook e mostra os melhores momentos do usuário na rede social, desde a entrada no site, passando pelos posts mais curtidos e comentados. Olha como ficaria a versão de Putin.

Luluzinha Teen contra a homofobia

luluzinha2

Depois que o Brasil comemorou o primeiro beijo em uma telenovela da Globo (com reações em sua maioria, positivas), a HQ , que chegou às bancas dá um exemplo interessante sobre respeito à diversidade sexual. Nas páginas destacadas aqui, é possível ver o personagem Fábio e Edgar conversando sobre como lidar com o pai homofóbico de um deles.

O roteiro é de Marcel R. Goto e arte de Labareda Design. Personagens gays sempre estiveram presentes nos quadrinhos, mas é legal ver que um gibi nacional começou a tratar bem o tema. Via Estadão.

luluzinha3

Calendário abusado luta contra homofobia na Rússia

layout comic_0

Enquanto a segue firme com sua política de homofobia, o contra-ataque também vai forte. Um calendário anunciado semana passada usa o humor para criticar a política de e da Igreja Ortodoxa contra gays e lésbicas. “Bigger, Harder, Better!” mostra políticos, membros da igreja e funcionários públicos misturados com elementos do imaginário como go-go boys e drags.

A Rússia vem empreendendo uma política de repressão aos direitos gays, o que culminou com leis que banem demonstrações homossexuais em público e também nos meios de comunicação. O país é alvo de críticas de organizações de direitos humanos. Sem falar que anda na contramão do resto do mundo – e da Europa, principalmente – que cada vez mais aumenta os direitos aos gays, como o casamento.

Com a chegada das Olimpíadas de Inverno na cidade russa de Sochi, o país vai sofrer ainda mais pressão, pois diversos atletas são gays assumidos. O Governo já revelou que não irá discriminar nenhum participante, mas que suas leis serão cumpridas com rigor.

Quem quiser apoiar o calendário, basta comprá-lo no site www.orthodox-calendar.com/shop. Custa 16,99 e 10% das vendas serão revertidas para organizações que lutam contra homofobia na Rússia.

calendar2

calendar

Com vocês, Shangrilayla, a super-heroína drag queen

shangrilayla-novembro

Projeto do cartunista , é a primeira super-heroína brasileira drag queen. As histórias dela são publicadas online no blog do autor, Dabliu, onde é possível conhecer outros trabalhos, todos ligados à temática .

“Trabalho com tirinhas e HQs engajadas na luta contra o preconceito. Criei “Shangrilayla” a primeira heroina drag queen dos quadrinhos”, disse Will em sua apresentação por email. Ele também trabalha em fanzines alternativos como o Pop Porn Festival (tem ótimas ilustrações por lá).

Mais de Shangrilayla aqui.

avatar

Alan Turing, o herói gay esquecido, na capa da Attitude

allan turing

A revista inglesa Attitude entregou em sua nova edição prêmios para pessoas influentes ligadas ao mundo LGBT. O mais legal é que a publicação lembrou um dos ícones gays mais esquecidos, .

Turing foi um matemático que criou a base para a computação e ajudou a Inglaterra na Segunda Guerra Mundial ao decodificar mensagens secretas dos nazistas. No entanto ele foi perseguido por ser gay e foi uma das primeiras vítimas da “cura gay”. Preso por ter relações homossexuais em 1952 ele foi submetido a um tratamento com hormônios femininos como forma de “diminuir sua libido”.

Sem suportar esse tratamento, ele cometeu suicídio tomando uma dose de veneno em 1954, aos 41 anos. Muito bom a chamá-lo de “o homem gay que mudou o mundo”. Em 2009, por causa de uma campanha online, o primeiro-ministro inglês Gordon Brown fez um pedido público de desculpas em nome do governo britânico pela forma como Turing foi tratado.

A Attitude pode ser encontrada em grandes livrarias e bancas do Brasil.

Nova HQ brasileira aborda relacionamentos gays. Veja prévia de Ciranda da Solidão

ciranda

Chegou ao Catarse mais um projeto interessante em quadrinhos. Ciranda da Solidão, de Mário César, o livro trará cinco histórias sobre relacionamentos amorosos com temática .

Uma das histórias do livro é autobiográfica e narra como o autor conheceu seu namorado. Outra história mostra um adolescente inseguro com sua orientação sexual e lidando com as transformações que seu corpo está sofrendo. A história que dá título ao livro, Ciranda da Solidão, é sobre a eterna busca por uma cara metade. A quarta história fala sobre as complicações do fim de um relacionamento de longa data. Já a última história conta a história de um velho ranzinza que sofre do mal de Alzheimer e que luta para não perder as memórias do grande amor de sua vida.

O livro foi colocado na plataforma de financiamento coletivo Catarse e a partir de R$ 25, o livro impresso é enviado pelos correios. é autor da HQ EntreQuadros. Veja uma preview desta nova obra:

ciranda1

ciranda2

ciranda3

Chris Ware, dia das mães e o casamento gay na New Yorker

CWareDiadasMães-594x810

Um dos maiores nomes dos quadrinhos hoje, assina a capa sobre o dia das mães para a revista americana . O desenho traz um claro apoio ao casamento igualitário ao mostrar duas mães casadas com seus filhos.

Ware também fez um texto explicando a arte e também comentando o casamento , assunto urgente da maioria dos países hoje, sobretudo nos EUA. Vi no Vitralizado.

Beijaço de Laerte contra Marco Feliciano continua na internet

beijacolaerte

A iniciativa inédita de que levou um dos cartunistas da Folha de S. Paulo contra , não parou por ali. Depois da ótima repercussão, vários outros desenhistas e quadrinhistas postaram imagens beijando Laerte.

A página no Facebook Beijaço no Laerte é mais um instrumento contra a presença do pastor Marco Feliciano na Comissão dos Direitos Humanos e Minorias na Câmara dos Deputados. Tem muitas contribuições por lá e um resumão de quem já beijou aí embaixo.

beijaco

Página 1 de 5

Jazz Metal é um blog da Revista O Grito!. Todos os direitos reservados. © 2013–2020