Revista O Grito!

Jazz Metal — Por Paulo Floro

Mês: setembro 2014 (Página 1 de 2)

Curta: Comic Book Heaven traz senhor de 80 anos e o fim de sua loja de HQs

Vale muito a pena gastar cerca de 15 minutos para ver esse mini-documentário, , de . O diretor fez um perfil de Joe Leisner, dono da loja de quadrinhos que dá nome ao filme, um senhor de 80 anos que vive os últimos momentos de seu negócio.

É uma visão interessante sobre o momento atual do mercado de quadrinhos e também um olhar afetuoso sobre um dos espaços mais importantes para quem é fã de HQs. A Comic Book Heaven fica no Queens, em Nova York e passou por momentos complicados depois de viver um período de auge e fazer parte da lembrança de muita gente.

Um spoiler que não prejudica a experiência do filme: a loja fechou após 26 anos e Leisner, enfim, anunciou a aposentadoria. Aqui no Brasil, qual loja mereceria um perfil?

comic book heaven

Marvel cancela duas capas de Milo Manara após polêmica da Mulher-Aranha

SpiderWoman1MiloManaraCrop2-640x396

A decidiu cancelar duas capas alternativas que seriam ilustradas por . A notícia chega após as polêmicas envolvendo uma ilustração do artista para a HQ da Mulher-Aranha.

A imagem de Spider Woman #1 mostra a heroína em uma pose sexy, típica dos trabalhos do artista. Feministas e uma parcela dos leitores reclamaram da capa, tida como exagerada e apelativa.

As novas capas que Manara iria desenhar para a Marvel seriam Avengers & X-Men – Axis #1 e Thor #2. Para a primeira, o artista substituto será Siya Oum.

SPIDERWOMAN001Manara-06299-600x853

Bienal do Livro de Minas terá área especial para HQs

bienal

A terá atrações dedicadas às HQs, a Bienal em Quadrinhos. Esta é a segunda edição do evento, que fez sucesso em 2012. São 80m² por onde circularão quadrinistas, ilustradores e contará com bate-papos sobre o processo criativo, carreira e outros temas relacionados.

No espaço, serão realizados, ainda, lançamentos, improvisações e sessões de autógrafos. A curadoria é de , quadrinista mineiro responsável pela realização do Festival Internacional de Quadrinhos (FIQ), em parceria com , co-curador da exposição “Entre ideias e rascunhos”, realizada no Sesc Palladium, e autor convidado do projeto Graphic MSP, da Maurício de Sousa Produções.

A 4ª Bienal do Livro de Minas Gerais 2014 acontece de 14 a 23 de Novembro de 2014, no Expominas.

Ocupação Laerte em São Paulo reúne obra e militância da cartunista

laerte_

A quadrinista ganha uma das maiores exposições de sua carreira a partir deste sábado (20), em São Paulo.

De 20 de setembro a 2 de novembro, o Itaú Cultural apresenta a Ocupação Laerte, abordando toda a produção artística da autora, mas também suas militâncias políticas e sociais. Com curadoria de seu filho, o artista visual, roteirista e quadrinista Rafael Coutinho, a exposição conta com a cenografia de Fred Teixeira.

A última grande exposição de Laerte foi no último Festival Internacional de Quadrinhos, o FIQ, em Belo Horizonte, em novembro do ano passado.

Esta nova mostra apresenta cartuns, desenhos, quadrinhos, ilustrações, curtas-metragens. Ela ocupa 120 m² do espaço expositivo, onde o visitante encontra cerca de 2 mil obras, entre elas uma autocaricatura da quadrinista dançando com o Minotauro, feita especialmente para a exposição. Do total de obras, cerca de 300 são originais, 400 imagens digitais em tablets e aproximadamente 1500 impressas –, selecionadas entre milhares, com destaque para um painel ao fundo da exposição com exatas 900 tiras.

LAERTE130206

Idealizada como um labirinto, em que o visitante decide por qual das cinco entradas e saídas começa e termina o percurso, a Ocupação Laerte traz desde desenhos que ele fez quando tinha 8 anos, em registros remotos de 1958-1959 até hoje. “O eixo dos anos 80 se destaca porque é onde está a maior quantidade de suas obras”, disse Rafael.

Outra trajetória importante do labirinto, ainda de acordo com o curador, será a dos tempos do sindicato. “São as tirinhas que ficaram presas na memória de um período político importante – o da ditadura militar – e permaneceram nos arquivos da OBORÉ por muito tempo”, diz. A seleção das obras deu espaço ainda a tiras publicadas nos principais jornais do país, na militância na revista Balão, nas revistas de banca da editora Circo, na Placar.

013.Oc Laerte_Hugo-Muriel 2_Foto Arquivo pessoal

Transgênero e contra-cultura

Além do hotsite que naturalmente acompanha a Ocupação física, o Itaú Cultural publica uma revista virtual que revela muito do labirinto criado por Laerte, com tiras, desenhos, um ensaio fotográfico, além de textos que analisam tanto a pessoa quanto o seu trabalho. A psicanalista Letícia Lanz, também mestre em sociologia e economista, assina textos onde se debruça na questão da transgeneridade a partir da artista. “Apesar das impropriedades e desacertos em torno dessa identidade de gênero, Laerte é hoje reconhecida como um dos principais ícones do mundo transgênero no Brasil”, escreve ela.

A Ocupação Laerte é a vigésima da série de ocupações promovida pelo instituto desde 2009. Nomes como Angeli, Paulo Leminski, Haroldo de Campos, Zé Celso Martinez e outros já ganharam mostras.

Visitação é de de 21 de setembro a 2 de novembro de 2014, de terça-feira a sexta-feira, das 9h às 20h. Sábados, domingos e feriados, das 11h às 20h. Entrada franca. O Itaú Cultural fica na Avenida Paulista, 149, em São Paulo.

posando-nu-13_07_99

LAERTE121122

fteen-1102-14-copy

Alison Bechdel vence o prestigiado prêmio da Fundação McArthur

alison_bechdel1

A quadrinista recebeu o prêmio anual da Fundação McArthur destinado a intelectuais e pensadores que de alguma forma usem sua genialidade para propor novos olhares e instiguem pessoas a desenvolverem seus talentos.

O trabalho autobiográfico de Bechdel, que explora as complexidades das relações familiares em narrativas sofisticadas em quadrinhos foi citado como uma das razões para o prêmio. Disse também que ela se tornou uma voz influente na cultura e política ao levantar temas sobre mulheres lésbicas em sua tira Dykes To Watch Out For (1983 – 2008).

bechdelfunhome189detail

Além da honraria, que já é incrível, a Fundação ainda entrega um prêmio de 625 mil dólares, pagos em parcelas semestrais durante os próximos cinco anos. A ideia é possibilitar meios para que os vencedores sigam com o trabalho de “influenciar a criatividade e inclinações profissionais das pessoas”.

Antes de Bechdel, o cartunista Ben Katchor foi o vencedor da edição de 2000.

Os dois trabalhos autobiográficos mais conhecidos de Bechdel foram publicados no Brasil, Fun Home (pela Conrad) e Você É A Minha Mãe?, pela Companhia das Letras. Um musical da Broadway do primeiro está sendo produzido. [Via TheBeat]

Nova HQ de Chris Ware será publicada pelo jornal The Guardian

The-Last-Saturday-1

O novo trabalho do quadrinista , um dos nomes mais cultuados atualmente, vai sair semanalmente no jornal inglês The Guardian. já teve o primeiro capítulo divulgado.

A história acompanha a vida de seis personagens em uma cidade de Michigan, nos EUA. [Via Omelete]

José Aguiar vai lançar coletânea de tiras Nada Com Coisa Alguma

Nada_com_coisa_alguma_4

O curitibano (autor de Quadrinhofilia) anunciou seu novo projeto no Catarse. Ele busca financiamento coletivo para a coletânea , de tiras publicadas no jornal Gazeta do Povo, de Curitiba.

Nesta obra, Aguiar trabalha com o inusitado, com tiras sem tema ou formato específico. “Meu cantinho particular, um lugar onde faço aquilo que não poderia fazer em nenhuma outra HQ”, disse ele em comunicado no site. A partir de R$ 35 é possível receber o livro em casa autografado.

A previsão de lançamento é para janeiro de 2015.

Morre cartunista Antônio Cedraz, autor de Turma do Xaxado

cedraz

Morreu nesta quinta (11) o cartunista baiano Antônio Cedraz, criador da , aos 69 anos. Ele travava uma longa batalha contra um câncer de intestino e chegou a ser internado no último dia 3 em estado grave, mas não resistiu.

Ele publicou diversos trabalhos em jornais baianos, mas ficou conhecido pela HQ Turma do Xaxado, que utilizava elementos regionais com uma linguagem pop e infanto-juvenil. As histórias saíram por diversas editoras, entre elas a Escala, HQM e chegaram a ser publicadas no site Universo HQ.

Ele venceu diversos prêmios, como seis HQ Mix e o Ângelo Agostini na categoria Mestre do Quadrinho Nacional.

Cedraz será um dos homenageados da próxima edição do Festival Internacional de Quadrinhos (FIQ), em Belo Horizonte, que será realizado em novembro de 2015. A Fundação Municipal de Cultura, que organiza o evento, divulgou uma nota oficial.

“É com imensa tristeza que comunicamos o falecimento do grande mestre Antônio Cedraz, homenageado do FIQ 2015. O Brasil perde um grande artista, um lutador que sempre acreditou em seu sonho, em seu trabalho, e batalhou muito pelo quadrinho brasileiro. Um abraço bem forte, em nome da Fundação Municipal de Cultura e toda a equipe do FIQ, para seus familiares e amigos que estiveram junto dele nestes últimos anos, apoiando e sendo seu esteio na sua luta contra a doença. Esperamos honrar sua vida e obra, fazendo um festival que, além das homenagens, possa disseminar sua importante contribuição aos quadrinhos.”

Turma-do-Xaxado

A nova HQ portuguesa: Sepultura dos Pais, de David Soares e André Coelho

Sepultura dos Pais

Voltamos a bater na velha tecla: conhecemos pouco da produção autoral de quadrinhos de países com os quais temos laços culturais e geográficos, no caso a América Latina e Portugal. Acaba de ser anunciada , de David Soares e , que sai pela KingPin Books. As informações são do blog Notas Bedéfilas.

Uma breve apresentação sobre David Soares seria dizer que ele é o principal escritor de literatura fantástica de Portugal, com livros publicados pela editora Saída de Emergência. Já André Coelho é conhecido pela HQ Terminal Tower, feito em parceria com João Manuel Neto.

Sepulturas dos Pais traz uma história de terror em uma aldeia de pescadores. “É um livro sobre o fracasso e sobre o facto de que nem sempre o maravilhoso garante a redenção”, diz o autor. O livro será lançado no dia 25 de Outubro, durante o Festival de Amadora BD, um dos mais importantes de Portugal.

sepultura

A liquidação da Top Shelf está no ar com HQs a 1 dólar

Top-Shelf-2014-three-dollar-sale-PICTURE

A tradicional liquidação da editora norte-americana Top Shelf está no ar. Diversos títulos passam a custar 3 dólares (e alguns por até 1 dólar). Entre as HQs temos este ano Incredible Change-Bots (US$ 3) e The From Hell Companion (chamada aqui de Do Inferno, por US$ 1).

E o melhor: eles entregam no Brasil. Fazendo um bom pacote, pode sair uma boa economia para o colecionador. E este ano, pela primeira vez, as também se aplicam às versões digitais da HQ. Vai lá.

Shiko lança nova HQ, a erótica Talvez Seja Mentira

TalvezSejaMentira

O quadrinista paraibano mostra que é um dos autores nacionais mais prolíficos. Depois das ótimas Piteco – Ingá e O Azul Indiferente do Céu, ele lança agora em setembro Talvez Seja Mentira, onde explora o gênero erótico.

Inspirado nas HQs eróticas baratas vendidas clandestinamente nos anos 1960 e 70, os chamados “catecismos”, Shiko pensou em um formato diferente para a obra. Medindo 10x15cm, a HQ será dobrada em formato “sanfona”, com duas capas duras nos extremos. Ao ser esticada medirá um metro de largura. O projeto gráfico é de Izaac Brito.

Cada lado vai trazer uma HQ diferente, sendo uma das metades mais erótica que a outra. Os roteiros foram feitos em parceria com Bruno R., irmão do autor, que é jornalista. A trama mostra um homem que descobre que sua ex-namorada o traía e documentava as experiências sexuais em forma de ilustrações.

A HQ, que vem em uma caixa personalizada, custa R$ 25 e está em pré-venda pela Comic House.

Começa a Gibicon, Convenção Internacional de Quadrinhos em Curitiba

gibicon

Começa nesta quinta (4) o – Convenção Internacional de Quadrinhos de Curitiba, um dos mais importantes eventos de quadrinhos do Brasil. Será no MuMA – Museu Municipal de Arte – Portão Cultural (Avenida República Argentina, 3430, Curitiba/PR).

Entre os convidados estão o inglês David Lloyd, os argentinos Eduardo Risso e Salvador Sanz, além do coreano Kin Jung Gi, entre outros. Este ano o festival estreia o prêmio Claudio Seto de Quadrinhos.

A programação pode ser acessada no site do evento. Já a Itiban publicou a longa lista de lançamentos que estão sendo esperados por lá.

Página 1 de 2

Jazz Metal é um blog da Revista O Grito!. Todos os direitos reservados. © 2013–2020