allan turing

A revista inglesa Attitude entregou em sua nova edição prêmios para pessoas influentes ligadas ao mundo LGBT. O mais legal é que a publicação lembrou um dos ícones gays mais esquecidos, .

Turing foi um matemático que criou a base para a computação e ajudou a Inglaterra na Segunda Guerra Mundial ao decodificar mensagens secretas dos nazistas. No entanto ele foi perseguido por ser gay e foi uma das primeiras vítimas da “cura gay”. Preso por ter relações homossexuais em 1952 ele foi submetido a um tratamento com hormônios femininos como forma de “diminuir sua libido”.

Sem suportar esse tratamento, ele cometeu suicídio tomando uma dose de veneno em 1954, aos 41 anos. Muito bom a chamá-lo de “o homem gay que mudou o mundo”. Em 2009, por causa de uma campanha online, o primeiro-ministro inglês Gordon Brown fez um pedido público de desculpas em nome do governo britânico pela forma como Turing foi tratado.

A Attitude pode ser encontrada em grandes livrarias e bancas do Brasil.

Comentários