Revista O Grito!

Jazz Metal — Por Paulo Floro

Data: 15 de dezembro de 2008

cry clark, cry

“*sob* They just didn’t know…how much it hurt…to be Superboy, Bruce.”
“What, am I your therapist now, Clark?”
“I’m sorry, Bruce, I just thought, you know, seeing your parents gunned down in front of you might make you more sensitive to the pain of child-hood.”

O ótimo blog (postmodernbarney.com) não tem pena dos super-heróis. Seu olhar para os personagens é cínico e cômico. Nerd e gay, é uma das descobertas mais legais nos blogs de quadrinhos.

Para aqueles momentos quando você achar que todos os feeds de hqs estão so boring!

macaco albino

Na sexta, tem lançamento da HQ , na HQ Mix Livraria (Praça Roosevelt, 142, Centro, São Paulo). O gibi conta também com participações de artistas que dão a sua visão do Macaco Albino. São eles: e Beto Uechi (do Estúdio Pingado); Leo Gibran, Daniel Bueno, , Tomo Maeichioka e Pedro Sotto.

A publicação compila todas as 42 tiras do personagens, e 4 histórias inéditas. O autor deste material é Leandro Robles, também autor da tira Escola de Animais, publicada na Folhinha, suplemento intantil da Folha de SP.

Quem dá a dica é Matheus Moura.

novas capas

Pra quem gosta de ilustração, a editora mexicana Almandía lançou um novo projeto gráfico para seu catálogo. Legal a capa do livro do , que aliás conheci pessoalmente na última .

via Mano de Papel.

nova hq do david b.

O quadrinhista francês ., que tem sua obra-prima publicada por aqui, Epiléptico (Conrad) acaba de lançar nova HQ, Nocturnal Conspiracies. Segundo o autor, é um livro que fala de sonhos. Nesta edição, o autor transcreveu dezenove histórias direto de seu subconsciente.

Pra quem já leu o trabalho dele, sabe que seu exercício narrativo é impressionante. O preview também foi solto na web. Tem mais imagens aqui.

Dá só uma olhada em algumas páginas. Se clicar, amplia.

lançamento do caos


Em um dia qualquer, Cao, nerd apressado para não perder o seu programa de tevê, encontra um estranho olho no caminho de casa. Fã de Will Black, uma personagem da série de tevê Religio, série que Cao acompanha metodicamente, desperta mais a sua atenção com um detalhe no episódio inédito onde uma coincidência, um outro estranho olho também é encontrado por Will Black. Isso desperta em Cao mais atenção nas nuances da série que emergem em sua vida. Aos poucos ele irá perder o seu senso de realidade, assim como Will Black. Isso levará aos dois à mesma jornada surreal, intimista e de profundo horror.

Caos é uma história em quadrinhos que mistura vários gêneros como o suspense, realismo fantástico, drama e horror. Não é nada convencional. É quadrinhos que experimenta novos desafios na linguagem e na narrativa da nona arte. História em quadrinhos que já foi publicada em 2004 e agora, quatro anos após, é reeditada pelo próprio autor para dar início há uma nova proposta editorial, o selo de quadrinhos Ferreteria.
Trama de Caos é centrada na personagem Cao (alter-ego de ) e na personagem Will Black (paródia da personagem Frank Black da extinta série de tevê Millennium de Chris Carter).

Curioso para ler esta mini-série do Carlos. Serão seis edições e a primeira será lançada na livraria HQ Mix agora, dia 18, às 19h30.

Um PS. importante: é do mesmo Carlos Ferreira a aguardada adaptação em quadrinhos de Os Sertões. Ele divide a façanha com o desenhista Rodrigo Rosa. Deve ser lançado pela Agir, em 2009.

borboletas na dior homme

Moda realmente nunca foi minha expertise (que o diga meu all-star surrado que só falta ter vida própria), mas sempre fico impressionado com as possibilidades artísticas de alguns estilistas e lojas.

Olha só essa instalação montada para a nova coleção da .

Peguei no Hypercool, o único blog de moda que leio.

amor e sexo hoje em dia, por marcelo rubens paiva

“É sabido que São Paulo tem a maior rede de prostituição de luxo do mundo, maior até do que a de Las Vegas, nos Estados Unidos. Eu sempre tive muita curiosidade sobre esse universo, que está muito entranhado no caráter da cidade. Desde as meninas da Augusta até as prostitutas de luxo das boates dos Jardins, tem de tudo em São Paulo”

Esse foi o , que lança novo livro nos acréscimos do segundo tempo deste 2008 que se vai. Um dos meus livros de formação foi o Feliz Ano Velho, dado por minha professora de Português. Devia ter uns 15 anos. Mesmo sendo dito que Paiva é um dos “maiores nomes de sua geração”, ele nunca fez propriamente parte da minha. Mas acompanho seus lançamentos com um dedo de afeição.

Muito curioso para ler este, que fala de um jornalista bastante ético que se torna um agenciador de prostitutas.

Quem lança o livro é a Objetiva (192 págs, R$ 29,9) e deve estar nas lojas essa semana ainda.

sobre listas

Hoje começo a fechar a lista de melhores HQs do ano da Revista . Este ano, aumentamos o número de críticos e jornalistas votantes. Um dado curioso é que das várias listas que fazemos (filmes, livros, discos), os Quadrinhos são os únicos que ainda são feitos a partir de votação de convidados. As demais, são consensos entre editores e repórteres da própria revista. Digo o porque.

A lista de quadrinhos do O Grito! é, talvez, uma das poucas no Brasil. Nenhum grande veículo ou mesmo portais de cultura fazem um balanço parecido. Os sites especializados fazem seus levantamentos, entre eles destaco o Universo HQ, entre outros. Quando eu e Wagner, então editor de arte do site, pensamos em criar esses especiais de fim de ano com listas tomamos a decisão de fugir do habitual. Por isso quadrinhos ficou sendo nosso diferencial para outros veículos.

Ao perguntar a críticos, jornalistas e especialistas em HQs quais as melhores obras publicadas no ano, acredito que traçamos um panorama do mercado editorial brasileiro. Importante também num momento em que tantos bons títulos – sobretudo de quadrinhistas nacionais – aparecem e tantas novas editoras surgem.

Antes de começar, agradecemos a todo mundo que aceitou participar e aqueles que, por algum motivo não puderam. Quem sabe num futuro mais e mais veículos, sites, revistas, jornais, portais não analisam, comentam e listam melhores hqs do ano que passou?

Jazz Metal é um blog da Revista O Grito!. Todos os direitos reservados. © 2013–2020