Lennon enquanto marca entra em nova fase. (Foto: Reprodução/rocknoize).

Lennon enquanto marca entra em nova fase. (Foto: Reprodução/rocknoize).

O legado de John Lennon pode ter um futuro mais tranquilo. A sua viúva, a artista plástica e cantora Yoko Ono, assinou um contrato para licenciar e administrar a obra de Lennon em escala global.

A empresa escolhida para cuidar de toda a obra do músico foi a Epic Rights, responsável por administrar nomes como Kiss, Def Leppard, Woodstock, Aerosmith, entre outros. Segundo um comunicado à imprensa, a companhia vai desenvolver iniciativas e produtos de marca que “endossem a criatividade e carreira de Lennon”.

Um desses projetos é o “ Classic”, que vai lançar produtos com o nome do astro. Ainda estão previstos o “Bag One Arts”, que são produtos com os raros desenhos do cantor. “Independentemente da forma como temos experimentado – através de sua música, sua arte, seus escritos – ele foi definido pela mensagem de amor e paz, tornando-se um ícone para as gerações em todo o mundo”, disse Yoko em um comunicado.

“Eu considero os programas de licenciamento de John Lennon Classic e Bag One Arts como outra forma de honrar o legado de John, e estou confiante de que, trabalhando em estreita colaboração com o [CEO de direitos da Epic] Dell [Furano e [sua] equipe, vamos conseguir este objetivo”, completou. precisará aprovar todos os produtos e iniciativas relacionadas à Lennon.

Yoko e Epic Rights lançarão novos produtos. (Divulgação).

Yoko e Epic Rights lançarão novos produtos. (Divulgação).

Legado ainda causa impacto

Morto em 1980, John Lennon foi um dos músicos mais famosos de todos os tempos e um dos principais compositores dos Beatles (ao lado de Paul McCartney). Sua carreira solo foi marcada pela militância pela paz.

Em março deste ano, o clássico “Imagine” foi a primeira música ouvida pela britânica Jo Milne, 40 anos. Surda desde o nascimento, ela passou a ouvir graças a implantes. O vídeo com essa primeira experiência sonora é bem emocionante.

Sem mais artigos