Experimentalismo por uma questão de classe
Por Mariana Mandelli

XIU XIU
Women As Lovers
[Kill Rock Stars, 2008]

Misturando post-rock, eletronic rock e muitos experimentalismos, o Xiu Xiu (pronuncia-se “shoe shoe”, nome tirado do filme chinês Xiu Xiu: The Sent Down Girl, de 1998) chega a seu sexto álbum de inéditas Women As Lovers. Composto hoje por Jamie Stewart (cantor, compositor e líder da banda), Caralee McElroy (primo de Stewart e multiinstrumentista) Ches Smith (baterista e percussionista) e Devin Hoff, além de contar ocasionalmente com a produção de Cory McCulloch, o grupo, formado na Califórnia, também aplica em seu som noções de noise rock, ambient e folk, em meio a temas que incluem suicídio, guerra, AIDS e tabus.

As catorze canções de Women As Lovers têm influências óbvias de post-punk, The Cure e Joy Division – por esta razão, o som do Xiu Xiu muitas vezes soa obscuro e soturno, apresentando texturas delicadas com camadas e ruídos tensos que, combinados, passam uma sensação de desespero silencioso e sufocante.

Vale conferir a multiinstrumental “I Do What I Want, When I Want” (xilofones e sax?), a dualidade tensa/pacífica de “In Lust You Can Hear The Axe Fall”, o noise-folk-ambient de “F.t.w.”, a melancolia de “Black Keyboard” e “Master Of The Bump (Kurt Stumbaugh, I Can Feel The Soil Falling Over My Head)” e a viagem sônica de “You Are Pregnant You, You Are Dead”, “Child At Arms” e “Gayle Lynn”. Atenção ainda para o ótimo (e estranho) cover de “Under Pressure”, do Queen, com participação de Michael Gira.

NOTA: 8,0

Sem mais artigos