O Winamp, o popular player de música dos anos 1990, planeja um retorno todo reformulado. O software agora vai unir streaming e reprodução de faixas armazenadas no computador.

Segundo Alexandre Saboundjian, CEO da Radionomy, empresa que comprou o Winamp da AOL em 2014, essa grande atualização deve acontecer no ano que vem. Estão previstos um aplicativo para celular e também uma versão desktop.

O Winamp segue sem grandes mudanças há 10 anos. “Você poderá ouvir os arquivos que tem em casa e também consumir músicas na nuvem, podcasts e estações de rádio por streaming”, explicou o CEO ao TechCrunch.

Segundo a Radionomy, o Winamp segue com cerca de 100 milhões de usuários ativos, o que bate de frente com serviços populares como o Spotify (que tem 140 milhões). E isso para um software que segue estacionado há uma década é um feito impressionante.

Sem mais artigos