Stock.Xchng Divulgação

Tá. Confesso. Meu debout foi na semana passada. Antes disso, nunca tinha feito e fui lá. Fiz outra vez. Foi tudooooooooooo!! E descolei um médico (meio burro, tenho que confessar) gato e da classe média. Acabou de passar num concurso, tem 27 anos e estava lá…igual a mim. Fazendo banheirão em uma boate descolê da República. Ele nem é lá bonitão, nem se veste de forma ideal. Pelo contrário. Usa calça jeans com camisa de botão por fora da calça com tênis. Para ele abandonar o all-star e aceitar que minha costureira abanhasse a boca das roupas foi um suplício, mas consegui. E até agora, enquanto o abuso não bate. Tou sendo uma mulher feliz.

Ele tem na cabeça aquele ideário pequeno burguês da classe média empregada. Dedicado ao trabalho, o sonho é um carro importado grande com quatro portas. Até agora ele estaciona um Palio 1.0 na garagem aqui de casa. Mas está me fazendo feliz. Ele compra camisetas com lantejoulas para parecer fashion, mas já ensinei que a dica é comprar calvin klein na promoção, comprar manolo na liquidação e sempre estar lindo. É quase o mesmo preço e os cortes? I M P E C Á V E I S!! E o melhor de tudo, nos conheçemos dando vazão à um tesão louco e de momento.

Como prometi na semana passada, fiz mais umas dicas, agora ao lado dele de como se comportar fazendo linda em locais públicos. Lá vai. Veste um modelito médio, lave as mãos, coloque lenços umedecidos na bolsa, procure uma boate com banheiro misto e se jogue na vida. Seja feliz e abandone seu marido cult-sujinho-com-sandáliadecouro-e-calçaxadrez pra lá. Eles não trepam bem…

8. Tem que ser decidida querida. Se você saiu de casa para caçar, permaneça dentro do banheiro o máximo de tempo possível. Disfarce o máximo que conseguir. E, pelo amor de Deus, não fique entrando e saindo do mesmo banheiro várias vezes de dois em dois minutos. Isso quebra o clima de quem já está lá dentro. E o pior: chama a atenção da vigilância pra um possível ato indecoroso. Portanto, seja solidária e consciente. Se a boate que você escolheu é grande, com mais de um andar com banheiros mistos (essas são tudo), você poderá criar um roteiro alternando os pisos. Infelizmente, pode acontecer de o homem dos seus sonhos entrar exatamente quando você está saindo. Aí, se não houver ninguém observando, volte e ataque. Se ele estiver interessado, terá te olhando diferente quando se cruzaram. E se ele se interessou muito, conte até dez e ele sairá atrás de você, é batata!

9. Muitas vezes jovens mancebos com seus 18 aninhos estão circulando pelo banheiro. E só a sua intuição lhe dirá como agir. Via de regra, aconselho o seguinte: domine o instinto de querer conferir de perto se aquele menino imberbe e franzino. Resista à essa tentação! Pirralho trepa mal e menor de idade dá cadeia. E você talvez não saiba, mas tem muitos garotos nada angelicais que se passam por michês para roubar e extorquir. Uma bicha amiga já foi vítima de um desses. Ele caiu no “golpe da chupeta” que é da seguinte forma: o menino-prodígio escolhe sua vítima e a ataca numa hora em que ambos estão sozinhos no banheiro, ou mesmo dentro de um reservado. Mostra, e pede pra ser chupado. A vítima, minha linda beshenha qu hoje mora em Milão, fez isso vorazmente, lógico. Eles saem do banheiro após gozarem e o pirra saca um celular e anuncia o golpe: “ou você me dá dinheiro ou eu te denuncio na polícia, vão me fazer um exame e ver que sua saliva está no meu pau, sou de menor e você vai preso”. Isso não é uma lenda urbana.

10. A pior coisa dos banheiros mistos é que entra muito viado inconveniente. A maioria completamente loucos. Eles entram e saem, não ficam com ninguém, fazem baixarias e escândalos, se fingem de héteros. Alguns em caso de loucura mais avançada se vingam chamando o segurança quando ninguém dá bola pra eles. A dica é simples: percebeu que o cara está transtornado, ignore. Afinal, você está ali pra curtir e não pra se estressar com qualquer babaca. Te encheu muito o saco, saia andando! O cara está embaçando muito? Saia andando! De resto chuta que é macumba, por que ser viado e ainda ser sem iniciativa é um nojo.

11. Querida, uma vez estando dentro do reservado com o bofe escolhido: tome cuidado com aqueles caras que enfiam a mão sugestivamente por baixo da divisória. Você pode acabar dando trela pra um tribufu, ou virar alvo de exposição. Certifique-se de que do lado de fora ninguém verá nada, algumas divisórias são traiçoeiras. Escrever e enviar bilhetes por baixo da divisória é elegante e pode virar uma amizade, passa a idéia de uma relação mais civilizada, entenderam?

12. Se você for sortuda e ficar com dois caras ao mesmo tempo, tente não ignorar o de pau menor. É super deselegante e indelicado. Existem pintos de todos os tamanhos e formatos possíveis, não despreze um homem por conta da sua piroca. Fique livre para escolher se a rola te dá tesão ou não, mas não banque a moçoila voraz e insidiosa. Sempre haverá alguém com um caralho maior que o outro. O importante não é ter pau, mas saber usar.

13. Em banheirão, o silêncio é de ouro… se não está aprontando, mas sabe que alguém está, evite causar aqueles barulhos insuportáveis de descargas desnecessárias, de secadores de mão e outros. Seja solidário.

14. Tenha amor-próprio. Se você gostou do cara, mas ele não curtiu e te deu um fora na cara dura, não persiga e nem insista. Parta pra outra, que é o melhor para ambos. Nada pior do que perder tempo bancando a madrasta-má estraga-prazeres. Ou ficar se humilhando como um cachorro querendo roer o osso.

Stock.Xchng/ Divulgação

15. Se você está com o rapaz e ele sem querer te sujou, ofereça papel pra que ele se limpe e limpe você. É elegante, você causará uma ótima impressão. Com certeza, ele se lembrará de você. Pelo menos nos próximos dois dias…

16. Viu um conhecida peruéte fazendo banheirão? Haja com naturalidade, cumprimente-a, mesmo que seja com um leve aceno de cabeça. Viu dentro do banheirão um cara que você já pegou? Será que rola repeteco? Isso vocês decidem. Independente de ter sido legal ou não, jamais, eu disse, jamaaaaaaaais cometa a indecência de olhar pro cara como se ele fosse um lixo de origem desconhecida. Isso é péssimo, dá a impressão de que você é carne no açougue, e que não respeita ninguém. O cara agiu assim com você? Simplesmente ignore e NUNCA mais o cumprimente em lugar nenhum, com certeza ele acha que tudo é segredo e que não deve se expor, ou que ele é o rei da cocada preta. E nessa situação, cuidado pra não rir quando o bofe disser: é a primeira vez que faço isso. É ridiculo!! Cruzou na rua ou no shopping com um cara com quem ficou há meses, semanas, dias, horas ou minutos atrás? Não se arreganhe, ninguém tem que saber que vocês foderam, isso não precisa ser estampado em camiseta. Acene de leve com a cabeça, e pelo olhar note se o outro quer uma aproximação maior ali ou não. Respeite o direito de ir e vir sem perder a classe.

17. Conversar e trocar telefones depois da pegação é uma forma de fazer amigos-de-foda. Não precisa ter medo de fazer amigos sinceros, use o seu bom-senso pra escolher as pessoas com quem anda.

18. Em banheirão, ninguém é de ninguém. Se o cara estiver com você e de repente deixa-la pra ficar com piriguete com calça da gang que acabou de entrar, deixe. E não critique ninguém por fazer isso, afinal, você também tem esse direito. Te trocaram por um canhão? Não ligue, gosto é que nem cu, cada um tem o seu. Gosto não se discute, às vezes se lamenta. Não tenha crises existenciais por causa disso, pois logo aparecerá um bofe melhor e mais decidido.

19. Sempre tem aquele fresco de classe média que tem um gol vermelho com motor 1.8 e rodas rebaixadas que faz carão pra todo mundo e não pega ninguém…Um conselho? Ignore a figura. Não entre no jogo de sedução dele, ele deve estar com a auto-estima no cu, e você não está lá pra preencher o ego dele, entendeu? No máximo, dê uma conferida, beije e saia andando, como se ele fosse desagradável, entendeu? No fim da noite, ele é seu. Isso se você tiver ficado sozinha. Mas cada caso é um caso. E você tem total liberdade pra optar se quer pagar pra ver ou não.

20. Nunca, ouviu bem? Eu disse: NUNCA suba na privada pra olhar quem está do lado, por maior que seja a tentação. Você pode cair, quebrar o salto e se machucar feio. E nada mais assustador que ser surpreendido de cima por uma cabeça desconhecida. Parece coisa de gente doente. E além disso, existe algo pior: vai que o segurança escancara a porta nesse exato momento? Como você vai explicar seu cabeção fora de lugar? Avacalhação, jamais!

21. A dica mais importante: banheirão vicia. Portanto, não resuma a sua vida sexual apenas aos encontros nas boates. Isso é apenas pra aliviar, é apenas válvula de escape. Queira e exija de você mesmo ter uma relação completa, com amor, respeito e cumplicidade, com um cara legal e que você goste e escolha. O banheiro é apenas uma diversão, tem que ser encarado como tal, e sem esquecer da responsabilidade legal. Fique atento, viu?

——
[+] Valentina Finnochiaro é ex-maneca, socialite e hoje vive nan ponte aérea São Paulo – Recife – Milão. Escreve crônicas neste espaço toda semana.

Sem mais artigos