Saíram os vencedores do , um dos mais tradicionais da área de quadrinhos no Brasil. Entregue pela Associação dos Quadrinhistas e Caricaturistas do Estado de São Paulo, o prêmio contou com uma votação popular a partir de uma lista de indicação feita por profissionais ligados a área de quadrinhos. A antologia de terror foi o vencedor na categoria “melhor lançamento”.

Rafael Calça, de Jeremias – Pele, foi o melhor roteirista, enquanto Mauro Fodra, de Desafiadores do Destino, levou como melhor desenhista. Cris Peter, de Astronauta – Entropia, foi escolhida a melhor colorista.

A entrega dos troféus será no dia 3 de agosto, no Auditório da Biblioteca Latino-Americana Victor Civita do Memorial da América Latina (Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664 – Barra Funda), em São Paulo/SP. A entrada é franca.

Veja os vencedores:

Melhor lançamento
Gibi de Menininha, de Germana Viana, Renata CB Lzz, Roberta Cirne, Camila Suzuki, Mari Santtos, Clarice França, Katia Schittine, Fabiana Signorini, Milena Azevedo, Carol Pimentel, Ana Recalde, Talessa K e Camila Torrano (Zarabatana).

Melhor lançamento independente
Saudade, de Melissa Garabeli e Phellip Willian

Melhor roteirista
Rafael Calça, por Jeremias, Pele

Melhor desenhista
Mauro Fodra, por Desafiadores do Destino

Melhor colorista
Cris Peter, por Astronauta Entropia

Melhor fanzine
Credo que delícia, de Rebeca Prado

Melhor cartunista/caricaturista
Carol Andrade

Webcomic
Armandinho, de Alexandre Beck

PRÊMIO Jayme Cortez (contribuição ao Quadrinho Nacional)
Exposição Quadrinhos – MIS, organização de Ivan Freitas da Costa

Mestres do Quadrinho Nacional
Ciça Pinto
Marcelo Campos
Octávio Cariello

Sem mais artigos