O rapper apresenta música inédita em parceria com , “Os Pretinho Bem”, que chega com videoclipe.

A faixa é um boombap clássico e antecipa o próximo e segundo disco do artista, Pedras, Flechas, Lanças, Espadas e Espelhos.

Crítica: Tássia Reis e a perseverança como resistência

“Enquanto escrevia esse som, fiquei pensando bastante em Muhammad Ali. Apesar dele ser duro e agressivo contra o racismo, era completamente doce, carinhoso e divertido com nosso povo. Acho uma bela referência para nossa luta. Se estamos ativos e determinados em não aceitar que racistas nos calem, definitivamente, devemos estar mais ativos ainda no cuidado com os nossos, tendo isso como prioridade, para que estejamos nos sentindo amados, acolhidos, saudáveis e seguros”, diz Elniño, por e-mail.

Seguindo referências da Era de Ouro do Hip Hop, entre a simplicidade de um bom sample, uma batida criativa e rimas certeiras, track inspira-se em nomes como KRS-One, Eric B. & Rakim, De La Soul e A Tribe Called Quest.

Sem mais artigos