DA DUREZA DA PRETENSÃO
Brendan Flowers e sua trupe tentam se transformar em Bono, mas descobrem que fazer algo grandiloquente e grandioso, mesmo que ruim, é complicado
Por Gabriel Gurman

Ao contrário do que muita gente pensa, lançar um disco grandioso ruim é muito difícil. Prova viva é o recém-lançado Day & Age, do The Killers. Como o próprio vocalista desta banda americana afirmou, “o objetivo beira a obsessão”. Portanto, se seu objetivo é dar a cara a bater com um disco tão ambicioso a ponto de causar vergonha alheia, segue nove dicas essenciais:

1-) Ouça todas as músicas ruins possíveis e não tema em utilizá-las como referência para suas próprias canções. Não tenha medo das roupas glam ou bigodinhos dos anos 80 e se inspire no que há de pior como Culture Club, Grace Jones etc.

2-) Carregue nos sintetizadores. Alguém já disse que isso dá certo…

3-) Diga para o seu vocalista imitar ao máximo a banda que vocês mais gostariam de parecer, afinal, se com eles dá certo, com certeza com vocês também dará. Reforce o “ao máximo”.

4-) Escreva letras com versos que reflitam toda a angústia existente em cada ser. “Me faça carícias em sua cadeira de veludo / Esconda-me do fantasma que você espantou”), de “Losing Touch”, é um bom começo. Aliás, se for realmente corajoso e não temer o ridículo, escreva uma canção que mostre uma espécie de abdução e a nomeie de maneira que deixe mais claro ainda que você também gostaria de ser um Ziggy-Bowie por alguns minutos. Mas lembre-se, você não é. Você não é…

5-) Faça uma música pop o suficiente para entrar na parada das melhores músicas das piores rádios. Isso, algo como “Humans”, está ótimo. Os executivos jabazeiros de plantão vão adorar e, se tudo der certo, você ainda ganhará um remix feito por Alex Gaudino. Ah, e uma versão “Radio Edit”.

6-) Aproveitando a qualidade duvidosa do som, extrapolem também no visual dos shows para deixar claro que a banda não está para brincadeira. Não esqueça da purpurina.

7-) Não se preocupe com as criticas dos cri-críticos, dos ex-fãs ou pessoas que simplesmente não gostam da banda. Lembre-se que você e as milhões de pessoas que os defendem são extremamente sensatas e prova disso é ver que os CDs mais vendidos dos últimos anos são de Beyoncés, Britneys, James Blunt, entre outros. Hmmm…ok, omita este fato.

8-) Conte com sua gravadora major, participe de todos os programas de televisão, e, principalmente, lance o disco perto do Natal, assim, todos nós saberemos qual disco dar de presente para aquele “inimigo” secreto.

9-) Tenham a bondade e respeito ao bom gosto de terminarem a banda ou de, pelo menos, ganhar identidade própria após o término desta difícil empreitada.

NOTA: 2,0


Human – Live at Later…

Sem mais artigos