AINDA MAIS INDEPENDENTE
Com melodia inalterada, banda nascida em Sunderland, lança terceiro disco repleto de influências, selo próprio e pouco alarde
Por Mariana Mandelli

THE FUTUREHEADS
This is Not the World
[Megaforce, 2008]

Os ingleses do Futureheads (nome tirado do álbum Hit to Death in the Future Head, do Flaming Lips) chegam ao seu terceiro disco, This is Not the World, fiéis ao revival post-punk e afirmando a adoração pela new wave. O lançamento do próprio selo, o Nul Records, acabou resultando na maturidade da banda, que, na busca por mais independência e liberdade artística, acabou se encontrando e, conseqüentemente, consolidando seu indie rock urgente.

O disco abre com “The Beginning of the Twist”, o primeiro single, que é um dance-punk de batidas irresistíveis. O clima caótico próprio do som do Futureheads fica mais reconhecível nos riffs acelerados de “Walking Backwards”. “Think Tonight”, “This is Not the World” (que dá nome do ao disco), “Broke Up the Time” e “See What You Want to See” são deliciosamente agressivas e frenéticas – quase um exercício de post-hardcore. “Radio Heart”, “Hard to Bear”, “Everything’s Changing Today” e “Sleet” têm um apelo mais pop que se contrapõe à soturna e pesada “Sale of the Century”.

Os irmãos Barry (vocal e guitarra), Dave Hyde (bateria), David “Jaff” Craig (baixo) e Ross Millard (vocais e guitarra), o quarteto que forma o Futureheads, conseguiu mixar de modo sólido todas as influências da banda, que vão de Gang of Four a The Jam, passando por XTC, Kate Bush, The Wellingtons, Queen, Fugazi e Devo. Riffs empolgantes estão distribuídos por todo o disco, especialmente em “Work is Never Done”.

This is Not the World não prima pela originalidade nem arrisca aventuras por outros terrenos sônicos – por isso, pode cansar. Mas é um álbum coeso que afirma a capacidade do Futureheads de fazer aquelas faixas que te fazem balançar a cabeça, bater o pé e cantarolar junto, mesmo que nos próximos minutos você esqueça o que acabou de ouvir. Vale a pena pela diversão.

NOTA: 6,5

The Futureheads – The Beginning Of The Twist

Sem mais artigos