Terminam hoje, em São Paulo, as filmagens do documentário Raul Seixas – O Início, O Fim e o Meio, com o registro da passeata em homenagem aos 20 anos de morte de Raul Seixas, que vai do Theatro Municipal para a Catedral da Sé. Este ano, espera-se que mais de 10 mil pessoas de todo o país participem do tributo, que acontece desde o primeiro aniversário de morte do músico. A concentração será em frente ao Theatro Municipal de São Paulo, a partir do meio dia.

Concluída esta etapa, o diretor Walter Carvalho e o co-diretor Evaldo Mocarzel farão a coleta de mais materiais com pessoas que tiveram contato com Raul e seguirão para a montagem e finalização do material obtido nas entrevistas. Nesta última etapa de filmagens, que se encerra amanhã, também foram feitas entrevistas nos Estados Unidos e Genebra, onde os diretores conversaram com as ex-esposas de Raul que moram fora do Brasil e um dos seus maiores parceiros, Paulo Coelho.

No último fim de semana, o diretor deu uma entrevista ao Fantástico, da TV Globo, onde falou que gostaria de ser procurado pelas pessoas que possuam algum material, foto ou registro de Raul. Desde o domingo, mais de 200 pessoas já entraram em contato com a produção oferecendo os mais diversos materiais sobre o músico. A produção fará uma seleção do que será usado e seguirá para uma nova etapa, a de tratamento dos acervos. Com isso, o diretor espera ter um material promocional do filme a ser divulgado em breve.

Raul Seixas é até hoje é um dos mais executados do mercado nacional, além de ser o artista póstumo que mais vende disco no país: cerca de 300 mil cópias por ano.

Sem mais artigos