SIGMUND FREUD
Ralph Steadman (texto e arte)
[Relume Dumará, 120 páginas, R$52,90]

A editora Relume Dumará traz ao Brasil a vida de Sigmund Freud (1856-1939). Quem assina a obra é o cartunista britânico Ralph Steadman que conta com muito bom humor todo o trajeto do desenvolvimento da psicanálise mundial tendo como fio condutor a biografia do austríaco. Da viagem a Paris para estudar neurologia à morte por câncer na mandíbula aos 83 anos, passando pela criação da psicanálise e o preconceito que sofreu por conta disso, os principais momentos da vida de Freud estão retratados em ilustrações dignas de aplauso. Tudo com muito classicismo.

Enormes, detalhadas, com um traço elegante as imagens completam as passagens da vida de Freud narradas no livro. Steadman usa um recurso interessante ao narrar: apresenta uma piada a cada momento retratado e na seqüência classifica-a de acordo com um modelo inventado por Freud. O mesmo estudo do humor em “Os Chistes e Sua Relação com o Inconsciente”, onde apresenta e classifica piadas e outras tiradinhas do gênero.

Há ainda alguns termos psicanalíticos como “lembrança encobridora”, “complexo de Édipo” e “lapso freudiano” que são explicados em minúcia mudando, e muito, a consciência do senso comum. É quase impossível narrar a vida do pai da psicanálise sem abordar, em vários momentos, suas teorias.

Compreender completamente a psicanálise ou a biografia de um pensador como Freud não é tarefa que se resolva com um único livro, e cabe ao interessado continuar seu estudo. E para quem está mais preocupado com o humor ou a arte, pode-se deixar a análise de lado e curtir. Steadman soube fazer uma bela apresentação de Freud. [Fernando de Albuquerque]

NOTA: 8,0

Sem mais artigos