Foram divulgados nesta sexta (28), os indicados para o Prêmio São Paulo de Literatura, um dos mais importantes do Brasil e um dos que tem maior valor em dinheiro: R$ 200 mil. Ano passado, Ronaldo Correia de Brito, com Galileia, ganhou o prêmio máximo, de melhor livro. Há também um prêmio para livro de autor estreante.

Entre os nomes deste ano, se destacam o muito comentado O Filho da Mãe, de Bernardo Carvalho e o best-seller, Leite Derramado, de Chico Buarque. O pernambucano Raimundo Carrero, concorre com A Minha Alma é Irmã de Deus

Melhor livro do ano (de 2009)
Bernardo Carvalho, O Filho da Mãe (Companhia das Letras)
Chico Buarque, Leite Derramado (Companhia das Letras)
João Ubaldo Ribeiro, O Albatroz Azul (Nova Fronteira)
Luiz Ruffato, Estive em Lisboa e Lembrei de Você (Companhia das Letras)
Ondjaki, AvóDezanove e o Segredo dos Soviéticos (Companhia das Letras)
Paulo Rodrigues, As Vozes do Sótão (Cosac Naify)
Raimundo Carrero, A Minha Alma é Irmã de Deus (Record)
Reinaldo Moraes, Pornopopeia (Objetiva)
Ricardo Lísias, O Livro dos Mandarins (Alfaguara)
Rodrigo Lacerda, Outra Vida (Alfaguara)

Melhor Livro do Ano de um autor estreante (de 2009)
Brisa Paim Duarte, A Morte de Paula D. (Edufal – Alagoas)
Carlos de Brito e Mello, A Passagem Tensa dos Corpos (Companhia das Letras)
Carol Bensimon, Sinuca Embaixo D’água (Companhia das Letras)
Cíntia Lacroix, Sanga Menor (Dublinense)
Claudia Lage, Mundos de Eufrásia (Record)
Edney Silvestre, Se eu Fechar os Olhos Agora (Record)
Ivana Arruda Leite, Hotel Novo Mundo (Editora 34)
Ivone Castilho Benedetti, Immaculada (WMF Martins Fontes)
Lívia Sganzerla Jappe, Cisão (7 Letras)
Maria Carolina Maia, Ciranda de Nós (Grua Livros)

Os vencedores do ano passado foram o romance Galiléia do cearense Ronaldo Correia de Brito, como Melhor Livro do Ano e o romance A Parede no Escuro do gaúcho Altair Martins como Melhor Livro do Ano – Autor Estreante.

Sem mais artigos