Filme de David O. Russell vai ganhando força (Foto: Divulgação/Columbia Pictures)

Filme de David O. Russell vai ganhando força (Foto: Divulgação/Columbia Pictures)

O longa , de David O. Russell vai aumentando seu poderio na temporada de premiações ao vencer na madrugada desse domingo o a categoria de melhor elenco no SAG Awards, o prêmio do Sindicato dos Atores de Hollywood. O filme já tinha vencido o Globo de Ouro como melhor produção de comédia.

Ao lado de e , Trapaça é um dos indicados ao Oscar, onde está indicado em 10 categorias.

Leia Mais
Os indicados ao Oscar 2014
Veja o calendário de estreias do Oscar no Brasil
12 Anos de Escravidão vence o Globo de Ouro

O deu prêmio de melhor ator para e por Clube de Compras Dallas (ator e ator coadjuvante), confirmando o favoritismo e repetindo o que aconteceu no Globo de Ouro. O discurso de ambos lembrou que a luta contra aids ainda precisa continuar. “A epidemia ainda não terminou. Ainda não há cura”, disse Leto.

Entre as atrizes quem faturou foi , como já era esperado, por seu papel principal em Blue Jasmine. Atriz coadjuvante foi para , de 12 Anos de Escravidão. Lupita, mexicana criada no Quênia e formada em teatro por Yale, nos EUA, foi revelada por esse papel. Seu nome agora está mais forte para bater a favorita Jennifer Lawrence no Oscar.

Nos prêmios para a televisão, nenhuma surpresa: foi eleita melhor série de drama, o que é merecido e esperado e The Modern Family venceu como comédia, pela quarta vez consecutiva. O seriado ainda rendeu prêmio de melhor ator de comédia para Ty Barrell, barrando Alec Baldwin, que já ganhou oito vezes. Julia Louis-Dreyfuss levou como melhor atriz de comédia por Veep.

Surpresa mesmo foi para a categoria de melhor atriz de drama, que esnobou a favorita Anna Gun, de Breaking Bad, para premiar a veterana Maggie Smith, de Downton Abbey. Já em melhor ator se fez justiça: venceu como melhor ator de drama por seu papel de Walter White em Breaking Bad. No agradecimento ele lembrou de como trabalhou em muitos empregos ruins até receber algum reconhecimento.

Na categoria de telefilme, o filme Behind The Candelabra completou sua trajetória de sucesso – que começou ano passado ao fazer parte da seleção oficial de Cannes – e deu prêmio de melhor ator para Michael Douglas por sua interpretação do famoso pianista Liberace. Ao subir no palco agradeceu ao seu parceiro de cena, Matt Damon, que também estava indicado. “A verdade é que não estaria aqui sem Matt. Isso é seu também”.

The Modern Family, estrelada por Sofia Vergara, ganhou pela quarta vez consecutiva (Foto: Reprodução/Instagram @SagAwards)

The Modern Family, estrelada por Sofia Vergara, ganhou pela quarta vez consecutiva (Foto: Reprodução/Instagram @SagAwards)

Nessa mesma categoria, Hellen Mirren venceu como melhor atriz de telefilme por Phil Spector, batendo a favorita Elisabeth Moss, de Top Of The Lake. Ela ficou tão surpresa que, ao subir ao palco, elogiou a colega e pedindo palmas para ela. “Elisabeth, você está maravilhosa. Dedico isso aqui a você”.

A parte mais divertida da noite foi o prêmio pela carreira entregue para a porto-riquenha Rita Moreno, 82 anos. Morgan Freeman subiu ao palco para apresentar e lembrou que ela é uma das poucas artistas a ganhar Oscar, Grammy e Emmy. Pouco conhecida do público mais jovem, ela ficou famosa por quebrar barreiras raciais e de gênero ao ser uma das primeiras estrelas latinas a fazer sucesso em Hollywood. Atriz, cantora e dançarina, ela também se notabilizou pelo engajamento político desde os anos 1960.

Rita Moreno dança ao lado de Morgan Freeman antes de receber prêmio pela carreira: "Fuck", gritou (Foto: Reprodução/Fan Page Oficial do SAG Awards)

Rita Moreno dança ao lado de Morgan Freeman antes de receber prêmio pela carreira: “Fuck”, gritou (Foto: Reprodução/Fan Page Oficial do SAG Awards)

Vestida de motoqueira chique, ela soltou logo um palavrão assim que recebeu o troféu. A exibição conseguiu censurar a tempo, já que todas essas exibições ao vivo possuem um delay para lidar com coisas desse tipo. Rita ainda cantou e flertou rapidamente com Jeremy Renner e Brad Pitt, que estavam na plateia. Foi um raro momento de extroversão para uma premiação sempre marcada pela rapidez e sisudez. É até um pouco brega, ao seu modo.

O principal papel do SAG é mesmo esquentar a disputa do Oscar, já que o grosso de seus membros também são votantes da Academia.

VEJA A LISTA COMPLETA DE VENCEDORES.

CINEMA

Melhor elenco
Trapaça

Melhor atriz
Cate Blanchet – Blue Jasmine

Melhor ator
Matthew McConaughey – Clube de Compras Dallas

Melhor ator coadjuvante
Jared Leto – Clube de Compras Dallas

Melhor atriz coadjuvante
Lupita Nyong’o – 12 Anos de Escravidão

Melhor elenco de dublês
O Grande Herói

TV

Melhor elenco de série dramática
Breaking Bad

Melhor ator de série dramática
Bryan Craston – Breaking Bad

Melhor atriz de série dramática
Maggie Smith – Downton Abbey

Melhor ator de telefilme
Michael Douglas – Behind The Candelabra

Melhor atriz de telefilme
Helen Mirren – Phil Spector

Melhor elenco de série de comédia
Modern Family

Melhor ator de série de comédia
Ty Burrell – Modern Family

Melhor atriz de série de comédia
Julia Louis-Dreyfus – Veep

Melhor elenco de dublês
Game Of Thrones

Para não ser injusto, o SAG teve sim mais um momento descontraído além de Rita Moreno. E veio com Cate Blanchet, que ao agradecer o prêmio de melhor atriz pareceu ter feito uma masturbação no troféu. [Paulo Floro]

Sem mais artigos