Sr. Avelino Fortuna foi um dos homenageados. (Divulgação).

Sr. Avelino Fortuna foi um dos homenageados. (Divulgação).

Os curtas e Antes da Encanteria foram os premiados este ano do – Festival da Diversidade Sexual e Gênero, que terminou nesse sábado (19), no Recife.

O curta Nena Cajuína, de Almir Guilhermino, sobre a ex-prostituta que recebeu uma homenagem da câmara legislativa de Arcoverde, foi o escolhido do júri oficial entre os pernambucanos. Já o cearense Antes da Encanteria, de Elena Meirelles, Gabriela Pessoa, Jorge Polo, Lívia de Paiva e Paulo Victor Soares foi o escolhido entre os nacionais.

O júri ainda concedeu menções honrosas para Transexualidade Masculina, de Lucio Souza, Emannuel Nascimento, Bianca Pereira e Giselle Cahú na mostra pernambucana e Ingrid, de Maick Hannder, entre os nacionais. O júri Federação Pernambucana de Cineclubes (Fepec) escolheu Horizonte de Eventos como melhor filme e deu menção honrosa para O Chá do General.

Já o público consagrou o curta Transexualidade Masculina como o melhor filme do voto popular, entre os pernambucanos, e O Chá do General como melhor curta nacional.

O Recifest desse ano ainda prestou homenagens a nomes que militam pelas questões LGBT e de gênero como parte de suas vivências pessoais e profissionais. O Troféu Rutílio de Oliveira foi entregue a Maxwell Viñole, promotor de justiça que trabalha a favor de mais dignidade para a população LGBT. Quem também recebeu o prêmio foi o Sr. Avelino Fortuna, do coletivo Mães pela Diversidade, por sua luta contra a homofobia. Por fim, a empresária Maria do Céu foi agraciada com o troféu por sua defesa da causa LGBT no Recife há mais de 20 anos.

Nena Cajuína, prostituta que ganhou medalha de honra, em destaque no Recifest. (Divulgação).

Nena Cajuína, prostituta que ganhou medalha de honra, em destaque no Recifest. (Divulgação).

OS VENCEDORES DO IV RECIFEST

Prêmio do júri oficial
Melhor curta pernambucano – “Nena Cajuína”
Menção honrosa curta pernambucano – “Transexualidade Masculina”
Melhor curta nacional – “Antes da Encanteria”
Menção honrosa curta nacional – “Ingrid”

Prêmio do público
Melhor curta pernambucano – “Transexualidade Masculina”
Melhor curta nacional – “O chá do general”

Prêmio Fepec
Menção honrosa – “O chá do general”
Prêmio Fepec – “Horizonte de eventos”

Troféu Rutílio de Oliveira
Maria do Céu
Sr. Avelino Fortuna

Prêmio especial
Maxwell Viñole, promotor de Justiça

Sem mais artigos