amoressantos33

O filme abrirá a nova edição do , que começa no Recife no próximo dia 15. Com exibição no Cinema São Luiz, o documentário filme fala sobre a relação entre líderes religiosos e homossexualidade.

Dirigido pelo jornalista , o longa abre os trabalhos da quarta edição da quarta edição do festival, que segue até o dia 19 de novembro, com entrada gratuita. A produção apresenta informações e dados impressionantes sobre gays em diversas religiões e os bastidores da vida de líderes religiosos e sua relação com a homossexualidade.

Amores Santos coloca em xeque o comportamento de diversos arcebispos, bispos, padres e pastores das igrejas evangélicas e anglicanas. Estes representantes do clero, muitas vezes responsáveis por discursos homofóbicos, são filmados em cenas de sexo virtual com outro homem. Ao longo do filme predomina o tom confessional em diálogos que pontuam as dificuldades em se assumir gay diante da profissão de fé. Entre um diálogo e outro, Dener acaba intercalando flertes dos clérigos e trechos de programas de TV com fortes pregações contra os homossexuais e que vinculam o afeto entre pessoas do mesmo sexo com promiscuidade e “estratégias do demônio” (sic) para acabar com a família.

Dener ouviu familiares, homossexuais, líderes de movimentos sociais, além de testemunhas privilegiadas da farsa sustentada constantemente por homens de batina e de bíblia na mão, criando pequenas narrativas ligadas por seus pontos mais evidentes: o amor velado entre iguais. Ao final da exibição será realizado um debate com a presença do realizador.

O Recifest – Festival da Diversidade Sexual e de Gênero acontecerá entre os dias 15 a 19 de novembro no Cine São Luiz. O festival conta com exibição de longas, mostras de curtas metragens pernambucanos, nacionais e internacionais, além de uma seleção de animação. Além disso estão previstas atividades como oficinas, lançamentos de livros e performances. O Recifest foi o primeiro evento pernambucano dedicado à temática LGBTT.

Sem mais artigos