Foto: Divulgação.

Foto: Divulgação.

O Rec-Beat, o melhor palco do Carnaval do Recife e um dos mais importantes festivais do País, está fazendo um financiamento coletivo para viabilizar a edição de 2016. A estratégia se deu após o corte de 50% do patrocínio por parte da Fundação de Cultura do Recife.

O festival é realizado há 20 anos e tornou-se parte importante da diversidade do Carnaval do Estado. Ele vem sendo responsável por trazer atrações mais ligadas à cena independente, além de promover um intercâmbio com artistas e bandas da América Latina. Sua programação ainda conta com apostas promissoras do cenário pop nacional. Nomes como Vanguart, Gaby Amarantos, Karina Buhr despontaram no palco do Rec-Beat. O festival teve ainda noites memoráveis com shows de Emicida, Chico Science & Nação Zumbi, Cidadão Instigado e Devotos, além de abrigar o bloco Quanta Ladeira.

Realizado inicialmente em Olinda, o Rec-Beat mudou-se para o Cais da Alfândega no Recife Antigo, onde passou a fazer parte da programação oficial da folia da Prefeitura do Recife.

O festival está levantando R$ 200 mil através de financiamento coletivo. É possível contribuir a partir de R$ 20 e a cada faixa de preço há recompensas específicas. Por R$ a pessoa ganha caneca e camiseta, por exemplo. Entre os prêmios ainda há artes originais de Karina Buhr, Raoni Assis, vinis, CDs e até ingressos para festivais parceiros. A campanha dura 45 dias. Veja todos os detalhes na plataforma Kickante.

Russo Passapusso foi uma das surpresas do Rec Beat ano passado. (Ariel Martini/Divulgação).

Russo Passapusso foi uma das surpresas do Rec Beat ano passado. (Ariel Martini/Divulgação).

Sem mais artigos