Inna Modja fez sua estreia no Carnaval. (Todas as fotos: Ariel Martini/Divulgação).

O Rec-Beat trouxe em quatro dias de festival atrações de seis países, muito rap, eletrônico, rock e ritmos latinos e africanos.

Foi uma das edições mais dançantes em muitos anos. Neste post contamos em detalhes como foram os shows, além de algumas palavras com artistas como Inna Modja, La Dame Blanche e As Bahias e a Cozinha Mineira. Abaixo as fotos do melhor desses quatro dias.

Teve Jards + Marcelo Jeneci na última noite.

Jards clássico!

Jards Macalé, 50 anos no palco.

Inna Modja ganhou rápido o público no cais.

Inna Modja falou dos corre em Mali.

Teto Preto fez um show tipo apoteose eletro.

Teto Preto trouxe peso para o Carnaval do Cais.

Quartabê revisitou a obra de Moacir dos Santos.

Novidade da cena local Flaira Ferro tocou com o Wassabi.

Vitor Araújo veio reformulado.

O Levaguiã Terê de Vitor Araújo foi lindo de ver.

Vitor Araújo misturou candomblé com piano clássico.

La Dame Blanche, santeria, música cubana, rap. Que mulher!

As Bahias e a Cozinha Mineira, o show que estávamos precisando.

O Morbo Y Mambo, que fechou o primeiro dia.

Craca e Dani Nega levaram a bandeira do MTST ao palco.

A atriz e MC Dani Nega fez sua estreia no Rec-Beat.

Rashid retornou ao Recife para o show do seu novo disco, A Coragem da Luz.

Sem mais artigos