Rafael Grampá, um dos produtos pop mais comentados deste ano abriu sua bagagem de referências e nos conta o que estava ouvindo e lendo nos últimos meses

Bonnie 'Prince' Billy
Bonnie ‘Prince’ Billy

Folk e Southern Rock
Quando estava fazendo a Mesmo Delivery ouvia muito Queens of Stone Age, Hellacopters. Estava muito carregado de Country, Southern Rock. Do meio pro final, migrei pro folk. Johnny Cash e Bonnie “Princie” Billy, que até mesmo o citei na introdução de Mesmo. Atualmente estou desenhando o Constantine, então tive que parar de ouvir. Eu sou daquele tipo que quando come um prato, vai comer ele por anos. Em relação à musica eu ouço tanto que chego a passar um dia inteiro ouvindo o mesmo disco. Eu ouvi “Horses” [de “Prince” Billy] três dias seguidos. Atualmente, desenhando à noite, estou ouvindo músicas dos anos 80 bem ruins, que me faz lembrar do meu irmão.

Menina Infinito
Menina Infinito

Quadrinhos nacionais
Nao sou um grande fã quadrinhos, sou um cara na minha, não sou um engajado pelas HQs nacionais, nem conheço bastante. Quando estou afim, vou lá e compro. Tem o Menina Infinito, do Fábio Lyra, que acho legal por ser diferente, já que aqui no Brasil o que faz sucesso é humor. Tem os Gêmeos, mas falar deles é chover no molhado. Gosto do Rafael Coutinho. Acho ele legal, somos amigo, saímos juntos. Ele está fazendo um trabalho com [o escritor] Daniel Galera, que quando for lançado vai aumentar muito o nível dos quadrinhos nacionais. Todos terão que se esforçar bastante para conseguir superar.

Ilustração Paul Pope
Ilustração Paul Pope

BD e Comics
Na última Comic Con de San Diego, comprei tudo que vi do Jason, ela é foda demais, tem uma storytelling muito bem feita, um traço sem gordura, sem maneirismos. Também estou lendo muito o Chris Blain [de Isaac O Pirata] e estou vendo um trabalho novo do Paul Pope. Estamos trocando desenhos e eu sou profundo admirador dele. Também gosto muito da Becky Cloonan e o Vasilis Lolos. Vou para NY em novembro, na Desert Island, e espero rever a Becky, que mora próximo. Tenho muita vontade de trazé-los ao Brasil.

[+] RAFAEL GRAMPÁ: A CONSTRUÇÃO DO HYPE

Sem mais artigos