melhores-filmes-oscar-2008-berro.jpg

Toda a blogosfera e sites de cultura estão em polvorosa com a premiação do Oscar que acontece neste domingo nos EUA. Especialistas fazem as apostas baseadas nos prêmios já distribuídos antes, como os da associação de atores, diretores, roteiristas, etc. Além do César, do Bafta, Globo de Ouro, enfim. Como se não bastasse, ainda há o lado politico, o fator histórico e milhões de outros que também interferem na “previsão”.

A equipe da Revista O Grito! também fez as previsões e colocou a escolha própria caso a Academia fosse um bando de jornalistas do Recife sem muita autoridade. Bem ou mal, o resultado sai amanhã.

Melhor Filme
Quem vai ganhar: Sangue Negro
O filme é grandioso e preenche muito das características que o Oscar privilegia. Pra completar traz como protagonista um arquétipo da sociedade americana de forma bem dura.
Quem deveria: Onde Os Fracos Não Tem Vez
O filme já ganhou todos os prêmios dos sindicatos (atores, produtores, etc), só falta mesmo o Oscar. A trilha, o roteiro, a tensão e principalmente Javier Bardem fazem o filme merecer o prêmio.

Melhor Ator
Quem vai ganhar: Daniel Day-Lewis
Quem deveria: Daniel Day-Lewis
Ninguém concorre de igual para igual com Daniel Day-Lewis. Viggo Mortensen está ótimo em Senhores do Crime, mas dificilmente será premiado. O resto não chega próximo da interpretação que Lewis deu a Daniel Plainview.

Melhor Ator Coadjuvante
Quem vai ganhar: Javier Bardem (Onde Os Fracos Não Tem Vez)
Quem Deveria: Javier Bardem (Onde Os Fracos Não Tem Vez)
Anton Chigurh, também conhecido como Beiçola armado com um descompressor a gás, ultrapassa todos os inimigos pela frente e não seria diferente aqui.

Melhor Atriz
Quem vai ganhar: Marion Cottilard (Piaf – Um Hino Ao Amor)
Muitos especialistas apostam na francesa para levar o prêmio. Uma outra vertente mostra que Julie Christie (Longe Dela) também teria chances. Mas, levamos em conta o tanto de prêmios que Cottilard já recebeu, como o César e o Globo de Ouro.
Quem Deveria: Cate Blanchet (Elizabeth – A Era de Ouro)
Cate é praticamente a única coisa interessante em Elizabeth. Sua atuação é a razão do filme existir.

Melhor Atriz Coadjuvante
Quem vai ganhar: Cate Blachet (Não Estou Lá)
Duplamente indicada, é certa ir para casa com alguma estatueta. E sua interpretação de Bob Dylan – mais falada do que vista – já é antológica. Acreditamos que o Oscar (quem diria!) vai aumentar o hype.
Quem Deveria: Ruby Dee
Aos 85 anos, Dee mostra sutileza e ao mesmo tempo força em O Gangster. Cada aparição sua é de emocionar.

Melhor Filme de Animação
Quem vai ganhar: Ratatouille
Quem Deveria: Ratatouille
O Oscar vai premiar mais do que merecido o filme do ratinho que quer ser Chef. Com trilha e roteiro inteligente é mais do que merecido.

Melhor Diretor
Quem vai ganhar: Paul Thomas Anderson
Por toda a parafernália de Sangue Negro.
Quem Deveria: Os Irmãos Coen
A criatividade de Joel e Ethan Coen parece ter voltado aos eixos.

Melhor Direção de Arte
Quem vai ganhar: Sangue Negro
Quem Deveria: Sangue Negro
Mesmo a reconstituição da Nova York dos anos 1970 está perfeita em O Gangster, Sangue Negro ainda ganha. Sua atmosfera e os figurinos tem um poder de imersão maior.

Melhor Figurino
Quem vai ganhar: Elizabeth – A Era de Ouro
A Academia enche os olhos para roupas de época. Bitolados, darão o prêmio para as saias armadas e muita gola com goma de Elizabeth
Quem Deveria: Sweeney Todd
Criativos em recriar a Londres Vitoriana, ainda ousaram em novos figurinos imaginados apenas para o filme.

Melhor Roteiro Adaptado
Quem vai ganhar: Sangue Negro
Com uma adaptação bem livre, PT Anderson escolheu mostrar o crescimento do capitalismo nos EUA pela vida de Daniel Plainview.
Quem deveria: Onde Os Fracos Não Tem Vez
Mesmo já tendo ganho o premio do sindicato dos roteiristas, o Oscar não é muito de premiar ousadias.

Melhor Roteiro Original
Quem vai ganhar: Conduta de Risco
Tony Gilroy é querido pela academia e, mesmo não levando como melhor diretor, ganha como roteirista. Seu trabalho está muito bom, é o grande trunfo do filme.
Quem Deveria: Juno
Diablo Cody, a mulher diabo recheou Juno de citações pop e sarcasmo e, ao mesmo tempo fez um filme doce. Deveria ganhar!

Sem mais artigos