wooden-vinyl

Inventora possibilita impressão de músicas através de uso inovador do laser. Dá para ouvir Velvet Underground e Radiohead nesse formato

Que tal ouvir música em um disco feito de… madeira?! O projeto da inventora fez com que fosse possível gravar registros sonoros em outras plataformas que não apenas o vinil (que é um derivado do petróleo). Segundo ela, os experimentos comprovaram que já é possível levar música para materiais como papel e acrílico, através do uso inovador do laser.

Tudo foi possível graças a uma impressora 3D criada por Ghassaeim que transforma qualquer MP3 em um registro sonoro físico.

A precisão ainda não é a ideal e o resultado da inscrição do laser no material gera um resultado abaixo do que ouvimos hoje no MP3. Enquanto neste último temos cerca de 16bit, na madeira chega-se a 5 bits no máximo. O som não é essa maravilha, mas já é um indicador de que há muitas possibilidades a serem explorada pelas mídias físicas. Além disso, a experiência de ouvir Radiohead e Velvet Underground na madeira é difícil de descrever.

vinil2

Já estão disponíveis alguns vídeos com o resultado sonoro de faixas como “Idioteque” do Radiohead, “Love Will Tear Us Apart”, de Joy Division e “Sunday Morning”, de Velvet Underground e Nico. Veja o que acha.

E aqui como funciona o invento:

Sem mais artigos