Shiko é hoje um dos maiores destaques das HQs BRs (Foto: Rafael Roncato/Divulgação)

é hoje um dos maiores destaques das HQs BRs (Foto: Rafael Roncato/Divulgação)

O quadrinista e ilustrador paraibano Shiko foi eleito o melhor desenhista do ano pelo Troféu Angelo Agostini, uma dos prêmios mais importantes dos quadrinhos no País, que completa 30 anos em 2014.

Leia Mais
Um bate-papo com Shiko

Shiko lançou este ano dois álbuns elogiados, O Azul Indiferente do Céu (Marca de Fantasia) e Piteco: Ingá (Panini), da coleção Graphic MSP, ambos eleitos na lista de melhores HQs da Revista O Grito!.

Cena de Azul Indiferente do Céu, que saiu ano passado (Foto: Divulgação/Marca de Fantasia)

Cena de Azul Indiferente do Céu, que saiu ano passado (Foto: Divulgação/Marca de Fantasia)

Gustavo Duarte, que fez Chico Bento: Pavor Espaciar, também da Graphic MSP venceu como melhor roteirista. Angeli foi escolhido como melhor cartunista.

O prêmio, que é feito por voto aberto pela internet, escolheu ainda Meninos e Dragões (Abril) como melhor lançamento de 2013. E coroando o bom momento pelo qual vive a Maurício de Sousa Produções, , editor da Graphic MSP, venceu o prêmio Jaime Cortez, dedicado a quem tenha incentivado o quadrinho nacional.

Entre os indies venceram Plataforma HQ (RS), na categoria melhor lançamento e Quadrinhos Ácidos saiu como melhor fanzine. O ainda escolhe os chamados “Mestres do quadrinho nacional”, que este ano foram Byrata, Lourenço Mutarelli e Paulo Paiva Lima.

A entrega dos troféus será sábado (1º) no auditório da biblioteca do Memorial da América Latina, em São Paulo.

Sem mais artigos