X-MEN: COMPLEXO DE MESSIAS
Ed Brubaker (texto) e Marc Silvestri (arte)
[Publicada na revista mensal X-Men, Panini, 100 págs, R$ 7,50]

A nova saga mutante Complexo de Messias conserva uma qualidade das aventuras dos anos 1980-90. Suas ramificações não se estendem a todo o Universo Marvel e estão restritas aos títulos X, como Fabulosos X-Men, X-Men, Novos X-Men e X-Factor. Por outro lado, sua origem remonta a eventos anteriores que modificaram diretrizes da cronologia dos personagens e quem não acompanhou pode ficar perdido. A trama trata do nascimento de uma nova criança com o gene X, algo inédito desde os acontecimentos da saga Dinastia M, quando os mutantes entraram em extinção – atualmente existem algo em torno de 200 no mundo todo. Numa clara referência ao nome da saga, Ciclope deverá ter papel importante e retomará seu papel icônico de líder dos homo superior. Brubaker, famoso por seus roteiros intricados e pelo suspense que imprime à narrativa promete diversão clássica aos leitores, como ficar tenso a cada final de capítulo. Diversão mesmo é poder ler uma boa história em quadrinhos de aventura sem tanta elucubração e oportunismo mercadológico. [PF]
NOTA: 8,0

[+] LEIA MAIS SOBRE QUADRINHOS NA REVISTA O GRITO!
[+] GRITOS MUTANTES: O QUE JÁ PUBLICAMOS SOBRE OS X-MEN

Sem mais artigos