FÁBULAS – LENDAS NO EXÍLIO
Bill Willingham (texto) e Lan Medina (arte)
[Pixel, 236 págs, R$ 32,90]

Foi com a série Fábulas, de Bill Willingham, que a Vertigo decidiu investir mais nas histórias fantásticas, tanto que o título foi vendido como um sucessor direto de Sandman – apesar das duas séries terem conceitos diferentes. A editora Pixel, que vinha publicando as histórias em edições esporádicas, anuncia duas boas novidades: a primeira é o título mensal Fábulas Pixel, onde ela será lançada mensalmente e este livro, Lendas no Exílio, publicado pela Devir em 2003, mas já esgotado. É uma boa oportunidade de conhecer a releitura dos personagens dos contos de fadas, como a Branca de Neve e o Lobo Mau, que fugidos da Terra da Sonhos, se exilaram num bairro luxuoso em Nova York. [PF]

NOTA: 8,0

WILDC.A.T.S. – GUERRA DE GANGUES
Alan Moore (texto) e Vários Autores (arte)
[Pixel, 196 págs, R$ 35,90]

Alan Moore, um dos mais renomados escritores dos quadrinhos, (V de Vingança, Watchmen, Monstro do Pântano) nunca se mostrou reticente em escrever para séries de super-heróis, tendo feito trabalhos para Superman e Spawn. O supergrupo criado por Jim Lee, e por anos tido como um plágio dos X-Men, também passou pelas mãos de Moore. Este é o segundo especial lançado pela Pixel com a passagem do autor pelo título. Guerra de Gangues é a continuação de De Volta Para Casa e traz histórias inéditas no Brasil. Uma das estratégias da Wildstorm (editora original nos EUA) foi trazer a visão de Moore para os super-heróis e assim trazer um status cult à série. O que deu certo: com doses de intriga e personagens mais complexos, os WildC.A.T.S. atingiram a maturidade. [PF]

NOTA: 7,0

SUNADOKEI
Hinako Ashihara (texto e arte)
[Panini, série bimestral, 192 págs, R$ 9,90]

Para os não-leitores, os Mangás parecem feitos em modo de produção desenfreado. Mas, apesar da quantidade absurda de títulos shoujo (mangás voltados ao público feminino) que chegam às bancas do mundo, existe muito o que se comentar dos seus lançamentos. Um dos destaques recentes chega agora ao Brasil. Sunadokei tem 10 volumes e foi publicado originalmente pela editora especializada no gênero, a Betsucomi. A série é muito famosa no Japão e faz muito sucesso nos EUA. No Brasil, mesmo inédito já possui fãs que comentam a série em fóruns pela internet. A premissa é básica e conta uma história de amor. O que chama atenção da série é seu realismo, mesmo que discreto, e a delicadeza com que retrata os relacionamentos dos personagens. [PF]

NOTA: 6,0

Sem mais artigos